Publicidade

Estado de Minas FUTEBOL MINEIRO

Pedindo passagem

Apesar do mistério feito pelo técnico Rafael Dudamel, os novos contratados Allan e Hyoran devem assumir a titularidade já na estreia do Mineiro, amanhã, em Uberlândia


postado em 20/01/2020 04:00 / atualizado em 19/01/2020 20:36

Allan (C) deve ficar com a vaga que era de Elias e espera-se que ele dê mais dinâmica na saída de bola. (foto: Bruno Cantini/Agência Galo)
Allan (C) deve ficar com a vaga que era de Elias e espera-se que ele dê mais dinâmica na saída de bola. (foto: Bruno Cantini/Agência Galo)


Os treinos fechados promovidos pelo técnico Rafael Dudamel só fizeram crescer a expectativa do torcedor atleticano sobre a formação e a forma com que o Atlético estreará na temporada 2020, amanhã, às 21h30, contra o Uberlândia, no Parque do Sabiá, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. O treinador disse ter uma base montada e também uma nova forma de jogar, mas ainda não se sabe se será possível ver isso já neste primeiro compromisso oficial.


“Estou muito satisfeito com a resposta dos jogadores em nossos primeiros dias de trabalho. Temos mudanças em exigências, estilo, forma de trabalhar, mas a disposição dos jogadores tem sido indispensável para que tudo possa fluir da melhor maneira. Temos conversado muito com o grupo, querendo tomar consciência de nossos compromissos, dos grandes objetivos que temos pela frente no ano e da importância da preparação. Foram poucos dias pra tirar conclusões completas, mas suficientes para diagnosticar e saber bem com quem vamos contar. Posso dizer que temos uma base de equipe bem interessante”, afirmou o treinador, na semana passada. Além do Estadual, o Galo jogará este ano a Copa Sul-Americana, a Copa do Brasil e a Série A do Campeonato Brasileiro.
Da forma de jogar, o que se espera é um time com intensidade e em busca do controle da bola. Mesmo fora de casa, deverá tentar ir para cima do Uberlândia para estrear na temporada com o pé direito.


Já quanto a novidades na formação, é provável que dois dos quatro recém-contratados já estreiem amanhã: o volante Allan e o armador Hyoran. Um fica com a vaga que era de Elias, enquanto o outro deve desempenhar a função que era de Luan, dois dos que deixaram o clube no fim da última temporada.


Allan chegou cercado de expectativa depois de ser disputado também pelo Fluminense, onde estava emprestado pelo Liverpool. Espera-se que ele dê a dinâmica necessária na saída de bola, além de ajudar Jair na proteção à zaga.

Hyoran pode jogar centralizado ou pelos lados do campo, como atuava Luan (foto: Bruno Cantini/Agência Atlético)
Hyoran pode jogar centralizado ou pelos lados do campo, como atuava Luan (foto: Bruno Cantini/Agência Atlético)

Já Hyoran pode jogar tanto centralizado quanto pelos lados. O mais provável é que seja o armador pela direita, fazendo dupla com o lateral Guga, que está na Seleção Pré-Olímpica, tanto para defender quanto para atacar, tendo chance de mostrar valor depois de passagem discreta pelo Palmeiras.


“Acho que na minha última temporada fui bem nas oportunidades que tive. Não tive muitas chances. Acredito que neste novo ano, aqui no Galo, as coisas serão diferentes. Vim para ajudar e mostrar meu potencial dentro de campo”, afirmou o ex-palmeirense.
Os outros dois contratados ainda devem esperar um pouco, até por serem muito jovens. Um é o lateral-direito Maílton, de 21 anos e que estava no Operário-PR. O outro, o atacante Dylan Borrero, de 18 e que veio do Santa Fe-COL.

 

Nova função

 

No fim de semana, a diretoria alvinegra anunciou que o ex-zagueiro Leonardo Silva, que se aposentou em dezembro, será coordenador da equipe de transição do clube. O grupo é composto por atletas de até 21 anos de idade e é comandado por Leandro Zago, ex-técnico da equipe Sub-20. A comissão técnica do projeto ainda conta com o treinador de goleiros Jorcey Anísio, o preparador físico Marcelo Luchesi, o massagista Aluízio Santos e o roupeiro Anderson Pacheco, conhecido como Juninho.


Com a equipe de transição, a intenção do Atlético é facilitar o processo de adaptação dos garotos formados na base à equipe principal. O grupo conta com 17 jogadores, todos nascidos entre 1999 e 2002. Apenas dois atletas do plantel têm menos de 18 anos, o armador Neto e o atacante Felipe, ambos com passagem pela Seleção Brasileira Sub-17. A maioria (13 jogadores) completa 21 anos ainda em 2020.


O zagueiro Vitor Mendes, contratado em definitivo pelo Atlético ao Santos, o atacante Alessandro Vinícius, que teve experiência no time profissional em três partidas do Campeonato Mineiro do ano passado, e o goleiro Matheus Mendes, convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 em 2019, são jovens destaques do time. A princípio, a equipe não participará de partidas, mas estará à disposição do técnico do profissional, Rafael Dudamel, para treinos na Cidade do Galo.


Como jogador, Leonardo Silva disputou 390 partidas com a camisa alvinegra e conquistou os títulos da Copa Libertadores (2013), da Recopa Sul-Americana (2014) e da Copa do Brasil (2014), além de quatro Campeonatos Mineiros (2012,2013, 2015 e 2017). O veterano é o maior zagueiro-artilheiro da história do clube, com 36 gols.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade