Publicidade

Estado de Minas SÉRIE B

Vitória tira o Coelho da zona


postado em 07/08/2019 04:00

Zé Ricardo (D) fez o quarto gol do América, seu primeiro no profissional (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Zé Ricardo (D) fez o quarto gol do América, seu primeiro no profissional (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


O termômetro indicava baixa temperatura em Belo Horizonte, ontem à noite, mas o América não decepcionou e fez um jogo quente contra o Londrina, diante de 1.329 torcedores, no Independência. A suada vitória de virada por 4 a 3, a primeira em casa nesta Série B do Brasileiro, premiou duplamente o bom desempenho alviverde: além de deixar a lanterna da competição, o Coelho também deixou, momentaneamente, a zona de rebaixamento depois de 14 rodadas.

O triunfo teve sabor especial para o atacante Júnior Viçosa. Com os dois gols marcados, ele recupera parte do prestígio com o grupo e com a torcida. Durante a passagem de Maurício Barbieri, o jogador chegou a ficar fora dos planos e até treinou em separado, à espera de negociação. Mas, com a efetivação de Felipe Conceição no comando, ele voltou a ser relacionado. Contratado em janeiro, o camisa 33 se isola como artilheiro alviverde em 2019, com seis gols.

Viçosa considerou a persistência do grupo determinante na vitória: “Estou feliz pelo gol e pelo resultado. Fiquei um tempo afastado, não estou 100% ainda, mas pude ajudar a equipe. O Felipe vem dando chance a todos. O América tem um grupo qualificado, vinha numa fase ruim, mas hoje (ontem) tudo deu certo”.

Foi o terceiro jogo seguido sem derrota da equipe – venceu a Ponte Preta (1 a 0) e empatou com o Paraná (0 a 0), ambos como visitante. O goleiro Jori enalteceu o crescimento alviverde sob o comando de Conceição: “Foi um jogo bom, com vitória sofrida. Tivemos pequenos erros, mas conquistamos três pontos importantes. Este jogo mostrou que nosso time é guerreiro e merece estar mais acima (na tabela)”.

O Coelho só volta a campo no dia 17 (sábado), diante do Cuiabá, novamente no Independência, pela 16ª rodada.

PÚBLICO Mesmo com as promoções de ingressos feitas pela diretoria, o público no Horto esteve longe das pretensões do clube. Tem sido assim desde o início da Série B. Além do horário ruim (21h30) e do frio de 15º C em BH, a campanha irregular da equipe vinha afastando o torcedor.

Mas ontem foi diferente. Se faltou mais organização tática defensivamente, o Coelho mostrou força na marcação e intensidade ofensiva contra o Londrina, que está no G-4. Neto Berola, que entrou no intervalo, foi fundamentel, tendo participação no terceiro e quarto gols americanos. Quem também deixou o campo aplaudido foi o prata da casa Zé Ricardo, que selou o triunfo, de bico, em seu primeiro gol como profissional.


FICHA TÉCNICA
América 4 x 3 Londrina
América: Jori; Diego Ferreira, Paulão, Pedrão e João Paulo (Sávio 16 do 2º); Zé Ricardo, Willian Maranhão, Juninho e Matheusinho; Felipe Azevedo (Neto Berola, intervalo) e Júnior Viçosa (Luiz Fernando 40 do 2º)
Técnico: Felipe Conceição
Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes (Silvio 8 do 2º), Augusto e Breno; Denner (Bruno Paulista 26 do 2º), Anderson Leite (França 18 do 1º) e Higor Leite; Safira, Paulinho Moccelin e Anderson Oliveira
Técnico: Alemão
15ª rodada da Série B do Brasileiro
Estádio: Independência
Gols: Anderson Leite 11, Paulão 48 e William Maranhão (contra) 50 do 1º; Júnior Viçosa 8 e 28, Paulinho Moccelin 30 e Zé Ricardo 39 do 2º
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Assistentes: Thiago Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Cartão amarelo: Pedrão, Júnior Viçosa, França, Paulinho Moccelin e Sávio
Cartão vermelho: Bruno Paulista
Pagantes: 1.329
Renda: R$ 7.996
Próximos jogos: Cuiabá (c), Vitória (f) e Guarani (c)



Publicidade