Publicidade

Estado de Minas

Minas aposta na experiência e traz Alex


postado em 02/08/2019 04:07

O ala-armador Alex é mais um reforço de peso do Minas para a próxima temporada. A equipe mineira quer ficar entre as quatro melhores do país(foto: Andrej ISAKOVIC/AFP %u2013 8/7/16)
O ala-armador Alex é mais um reforço de peso do Minas para a próxima temporada. A equipe mineira quer ficar entre as quatro melhores do país (foto: Andrej ISAKOVIC/AFP %u2013 8/7/16)
Com o objetivo de estar entre os quatro melhores times do basquete brasileiro, o Minas aposta em uma equipe experiente para a próxima temporada. Depois de garantir a permanência do armador Leandrinho, trazer o pivô Shilton, os armadores Davi Rossetto e Gui Deodato, o clube acertou a contratação de mais um jogador de peso: o ala-armador Alex Garcia, de 39 anos, que já jogou duas temporadas na NBA (San Antonio Spurs e New Orleans Hornets), disputou três Mundiais e três Olimpíadas pela Seleção Brasileira – que jogará o Campeonato Mundial, de 31 de agosto a 15 de setembro, na China.

A contratação de Alex tornou-se uma novela, pois o clube vinha negociando com o jogador desde maio. No entanto, o armador tinha contrato com o Bauru-SP até 31 de julho e somente depois disso poderia ser feito o acordo entre as duas partes. Ontem, pela manhã, segundo o diretor de basquete do Minas, Alexandre Cunha, “o martelo foi batido”.

A vinda de Alex, segundo o dirigente, atende a um projeto do clube de ter um time mais forte defensivamente. “Detectamos nas temporadas anteriores que seria preciso montar uma equipe mais forte na defesa, que é, na verdade, onde começa o ataque. Esse era também um desejo do patrocinador da equipe. Partimos então para montar uma nova equipe, que atenda a essa necessidade.”

Além de Leandrinho, Alex, Shilton e Davi Rossetto, o Minas acertou com três norte-americanos: o ala/pivô Tyrone, que já jogou na Argentina, Porto Rico e República Dominicana; o armador Cobb; e o pivô Devon Scott.

Da equipe que disputou a última temporada, o único que permaneceu foi Leandrinho. Quatro jogadores que integravam o time juvenil – o armador Mário Cézar, o ala-armador Gui Carvalho e os alas-pivôs Marcos Cunha e Tiago Dias – serão promovidos para a equipe adulta.

VAREJÃO O Minas pode trazer ainda o pivô Anderson Varejão, que foi oferecido ao clube. Segundo Alexandre Cunha, “o Minas procura um patrocinador exclusivo para contratá-lo, pois somente dessa maneira seria possível trazer o jogador”. O clube também não definiu quem será o treinador da equipe. “Estamos negociando com o Léo Costa, que era treinador do Macaé.”
 
Números 
de Alex

15 anos como profissional
520 jogos
381 vitórias
139 derrotas
7.115 pontos
1.969 rebotes
1.432 assistências
17 títulos

Pela Seleção 
Brasileira

137 jogos
97 vitórias
40 derrotas
3 Olimpíadas
(Sidney’2000, Londres’2012 
e Rio’2016)
3 Mundiais
(Japão’2006, Turquia’2010 e Espanha’2014)

Na NBA

1 temporada no San Antonio Spurs
1 temporada no New Orleans Hornets 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade