Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Colômbia investiga ameaças a Tesillo


postado em 04/07/2019 04:06

Tesillo perdeu pênalti decisivo no jogo contra o Chile que desclassificou a Colômbia da nas quartas de final(foto: Nelson Almeida/AFP - 28/9/19)
Tesillo perdeu pênalti decisivo no jogo contra o Chile que desclassificou a Colômbia da nas quartas de final (foto: Nelson Almeida/AFP - 28/9/19)


A Procuradoria Geral da República, na Colômbia, abriu uma investigação sobre as ameaças de morte que teria recebido William Tesillo, lateral-esquerdo da Seleção Colombiana que errou a cobrança de pênalti que provocou a eliminação da equipe diante do Chile nas quartas de final da Copa América. Tesillo chegou em Bogotá com a seleção no sábado. Daniela Mejía, sua esposa, denunciou as ameaças no domingo, por meio de redes sociais. Ela revelou algumas das ameaças em sua conta no Instagram e reproduziu uma que aludia ao assassinato de Andrés Escobar, um defensor que marcou um gol contra no duelo em que a Colômbia perdeu por 2 a 1 para os Estados Unidos na fase de grupos da Copa do Mundo de 1994, um resultado decisivo para a eliminação da equipe. O jogador foi morto quando deixava uma boate em Medellín.


Publicidade