Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Goleada embala o Brasil


postado em 10/06/2019 04:07

A caminho da estreia na competição Sul-Americana, Seleção aplica 7 a 0 em Honduras: maior placar na Era Tite(foto: JEFERSON GUAREZE/AFP)
A caminho da estreia na competição Sul-Americana, Seleção aplica 7 a 0 em Honduras: maior placar na Era Tite (foto: JEFERSON GUAREZE/AFP)


Na última partida antes da estreia na Copa América, a Seleção Brasileira conquistou a maior goleada na Era Tite. Diante de Honduras, rival frágil e que teve um jogador expulso no primeiro tempo, o time marcou forte, jogou coletivamente e mostrou variação de jogadas ofensivas para construir a goleada de 7 a 0 com grande facilidade. A equipe ainda acertou duas bolas na trave com Philippe Coutinho. Na sexta-feira, o Brasil estreia no torneio sul-americano diante da Bolívia, às 21h30, no Morumbi.

Com a goleada, a Seleção vira uma página conturbada. Neymar perdeu a braçadeira de capitão após agredir um torcedor rival. Em maio, foi acusado de estupro, o que deixou o ambiente carregado na Granja Comary. O atacante foi cortado por causa de ruptura do ligamento do tornozelo direito. Sem Neymar, o Brasil foi obrigado a dividir a responsabilidade na armação dos ataques. A fragilidade do adversário facilitou a movimentação dos atacantes e o jogo ofensivo fluiu: o índice de posse de bola da Seleção era de 80% na metade do primeiro tempo. A equipe procurou sufocar o adversário com marcação na saída de bola e ainda diversificou os ataques pelos lados do campo.

Com isso, já vencia por 2 a 0 aos 12min, com dois gols de cabeça. O primeiro nasceu de bela jogada de Richarlison, em tabela com Daniel Alves. A finalização de Gabriel Jesus foi precisa. O segundo foi de Thiago Silva, após escanteio de Philippe Coutinho. O terceiro gol saiu no fim da etapa inicial. Na cobrança de pênalti sobre Richarlison, Coutinho marcou. O armador do Barcelona ainda acertou duas bolas na trave em chutes de fora da área.

Ao contrário do que havia ocorrido diante do Catar, quando diminuiu o ritmo, a equipe continuou forçando o jogo no segundo tempo. Após lançamento de Fernandinho, Richarlison escorou com inteligência para Gabriel Jesus marcar. O quinto gol saiu após um contra-ataque clássico, com David Neres finalizando com categoria. Foi seu primeiro gol na Seleção.

No segundo tempo, Tite testou praticamente todas as opções ofensivas e jogadores disponíveis. E saíram mais gols: Firmino colocou com estilo na saída do goleiro aos 19min, e Richarlison mostrou seu oportunismo aos 24min, definindo o placar.

EM BH O Mineirão receberá seis partidas pela Copa América. O primeiro duelo será Uruguai x Equador, domingo. Em seguida, Argentina x Paraguai (dia 19), Bolívia x Venezuela (22), Equador x Japão (24) e uma das semifinais, em 7 de julho.


Portugal fatura a liga 
Atual campeã europeia, Portugal venceu a Holanda por 1 a 0, no Estádio do Dragão, na Cidade do Porto, e faturou ontem o título da Liga das Nações da Uefa. O gol foi marcado pelo atacante Gonçalo Guedes, colocando fim ao sonho dos holandeses de conquistar o seu primeiro troféu europeu desde 1988, quando triunfaram na Eurocopa realizada na Alemanha Ocidental. Em disputa com pouca emoção, Suíça e Inglaterra empataram sem gols no tempo normal e na prorrogação, em Guimarães (POR), e a Seleção Inglesa garantiu o terceiro lugar nos pênaltis, fazendo 6 a 5.


Publicidade