Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Rede de apoio a Neymar

Astro se defende da acusação de estupro, é amparado pelos colegas, mas será investigado por divulgar fotos da mulher


postado em 03/06/2019 04:12

Policiares civis foram até a Granja Comary na manhã de ontem, antes da chegada de Neymar (C), que treinou com o grupo à tarde(foto: MAURO PIMENTEL/AFP)
Policiares civis foram até a Granja Comary na manhã de ontem, antes da chegada de Neymar (C), que treinou com o grupo à tarde (foto: MAURO PIMENTEL/AFP)

Um dia depois de vir a público a acusação de estupro contra Neymar e o astro do Paris Saint-Germain se defender, garantindo que a relação sexual foi consentida – ele chegou a expôr na internet conversas com a mulher que o incrimina, inclusive fotos íntimas dela –, jogadores da Seleção Brasileira manifestaram solidariedade ao companheiro. Alguns foram discretos e cautelosos nos comentários, mas o volante Fernandinho afirmou que o atacante conta com apoio do grupo que está concentrado em Teresópolis (RJ).

O jogador do Manchester City disse até estranhar a acusação. “Recebi (a notícia) com muita tristeza e achei estranho, 15 dias da viagem até a moça denunciar”, disse Fernandinho. “Acredito que vai ser esclarecido o mais rápido possível, acredito na inocência do Neymar. No que depender de nós e da comissão técnica, vamos apoiá-lo para que isso não influencie dentro de campo.”

Segundo Fernandinho, a acusação não vai contaminar o clima na Seleção, que pelo menos até ontem era de trabalho e descontração. “Vamos fazer de tudo para que não interfira nos dias de treinos e jogos. Tomara que não só ele, mas todas as pessoas envolvidas possam separar bem os fatos”, destacou.

Outro indício de que o grupo vai tentar blindar Neymar vem do técnico Tite. Ele antecipou para hoje a entrevista coletiva que concederia apenas amanhã, antes de o grupo seguir para Brasília, onde, na quarta-feira, disputa amistoso com o Catar, no Mané Garrincha.

Jogadores mais jovens do grupo, como Everton e Lucas Paquetá, procuraram não se alongar no assunto. “É totalmente pessoal do Neymar, então não tenho nada a declarar”, resumiu Paquetá. O atacante do Grêmio foi pelo mesmo caminho. “A gente prefere nem comentar. É uma questão tão pessoal, tão íntima dele... A gente está aqui para dar apoio no que ele precisar”, disse.

Everton comentou as notícias envolvendo Neymar nos últimos dias: a polêmica quanto à liberação antecipada junto ao PSG; a dor no joelho esquerdo, que o tirou dos treinos com bola por dois dias; e, agora, a acusação de estupro. “Pelo nome que ele tem, a gente sabe que qualquer notícia vai tomar proporções maiores. O Neymar é bem preparado, bem maduro quanto a isso. Já sofreu tantas críticas, algumas até excessivas”.

POLÍCIA A Polícia Civil do Rio de Janeiro vai investigar Neymar pelo vazamento de fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro em Paris, em 15 de maio. O caso será apurado pela Delegacia de Repressão de Crimes de Informática. Policiais da 110ª Delegacia de Polícia de Teresópolis foram à Granja Comary, ontem, para colher informações sobre o caso. Segundo o Portal Uol, o caso também será investigado em São Paulo.

O crime de vazamento de fotos íntimas é previsto no Artigo 218-C do Código Penal Brasileiro. “Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática –, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia.”

Em caso de condenação, a pena varia de um a cinco anos de reclusão e pode ser aumentada se for comprovado que quem vazou as fotos tinha relação íntima de afeto com a vítima, ou que o vazamento foi motivado por vingança e/ou humilhação.



Sub-23 estreia com goleada na frança


A Seleção Brasileira olímpica começou com vitória no Torneio Maurice Revello, o antigo Torneio de Toulon, ontem à tarde, em Aubagne, na França. A equipe Sub-23 comandada por André Jardine, ex-São Paulo, passou com tranquilidade pela Guatemala: 4 a 0, gols de Pedrinho, Bruno Tabata (ex-Atlético e que está no Portimonense, de Portugal), Wendel e Douglas Luiz. O Brasil está no Grupo B, que conta ainda com França e Catar. O próximo compromisso será quarta-feira, contra os anfitriões, em Salon-de-Provence, às 15h30 (de Brasília). Sem contar com destaques que tiveram de ser dispensados a pedido de seus clubes – como Rodrygo, do Santos, e Renan Lodi, do Athletico –, a Seleção ainda assim tem novos valores que já brilham pelos profissionais de seus times, casos dos atacantes Pedro (Fluminense), Pedrinho (Corinthians) e Antony (São Paulo). A competição na França é a primeira preparatória da Seleção para o Pré-Olímpico, que será disputado em janeiro, na Colômbia, e dará duas vagas para os Jogos de Tóquio’2020.


Publicidade