Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Com a força do Gigante

Precisando se reabilitar depois da derrota na estreia para o Flamengo, Cruzeiro conta com excelente retrospecto no Mineirão neste início de temporada para bater o Ceará amanhã


postado em 30/04/2019 05:08

O armador Robinho se recuperou do desgaste muscular e deve voltar ao time amanhã, contra o Ceará(foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
O armador Robinho se recuperou do desgaste muscular e deve voltar ao time amanhã, contra o Ceará (foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)



Depois de perder para o Flamengo por 3 a 1 no último sábado, no Maracanã, o Cruzeiro aposta na força como mandante nesta temporada para se recuperar no Campeonato Brasileiro. Com 93,33% de aproveitamento em 10 jogos no Mineirão, o time celeste receberá o Ceará amanhã, às 19h15, pela segunda rodada da competição. No domingo, às 16h, fará o terceiro jogo, diante do Goiás, também em Belo Horizonte.

A última partida do Cruzeiro em casa traz boas lembranças ao torcedor. Foi pelo jogo de ida da final do Campeonato Mineiro, contra o Atlético, em 14 de abril. Com gols de Marquinhos Gabriel e Leo, a equipe de Mano Menezes ganhou por 2 a 1 e saiu em vantagem na decisão. Na partida de volta, confirmou o 38º título estadual ao empatar por 1 a 1, no Independência.

Curiosamente, o Atlético foi o único time a ter balançado a rede contra o Cruzeiro no Mineirão em 2019. Além do gol de Ricardo Oliveira na final, o alvinegro marcou no empate por 1 a 1 na primeira fase, em cobrança de pênalti convertida pelo lateral-esquerdo Fábio Santos.

Nos demais oito jogos, o Cruzeiro venceu sem ser vazado. Destaque para os 4 a 0 sobre o Huracán, pelo Grupo B da Copa Libertadores, com direito a hat-trick do atacante Fred, e os 5 a 0 contra o Patrocinense, considerado um dos melhores desempenhos coletivos da equipe, pelas quartas de final do Campeonato Mineiro. “Não tem jogo fácil, não tem time bobo. Precisamos de concentração. E o Campeonato Brasileiro é assim, não pode vacilar”, afirmou o atacante Pedro Rocha, que marcou o primeiro gol dele com a camisa azul no jogo contra o Flamengo. “Esses dois próximos jogos em casa serão importantes. Campeonato Brasileiro a gente precisa começar bem. Nos dois próximos jogos, é fazer o máximo para alcançar resultados positivos”, completou.

Em campo por 69 minutos contra o Flamengo, Pedro Rocha espera seguir entre os titulares e adquirir ritmo ideal de jogo. “Acredito que o que estou precisando no momento é de minutos, jogos, para que acostume a jogar novamente. Lá na Rússia (pelo Spartak Moscou) não tive oportunidades e nem vinha jogando, então acredito que esses jogos, principalmente do Brasileirão, vão me dar uma condição para que na Libertadores eu chegue muito melhor preparado”.

Números
O aproveitamento de 93,33% de momento é superior ao de anos anteriores. De 2001 para cá, o recorde em uma temporada inteira foi registrado em 2013: 89,7% (23 vitórias, 1 empate e 2 derrotas). A Raposa também fez valer a força como mandante em 2003, quando contabilizou 85,2% dos pontos (28 vitórias, 7 empates e 1 derrota). Em contrapartida, o pior índice do século aconteceu em 2015: 57,7% (14 vitórias, 10 empates e 6 derrotas).

Para enfrentar o Ceará, o Cruzeiro terá de volta o zagueiro Leo, recuperado de indisposição, e o meia Robinho, que passou os últimos dias em tratamento de desgaste muscular. O camisa 19 é o principal garçom do elenco, com seis assistências. Ele também marcou dois gols. A preparação será encerrada hoje à tarde, às 15h30, na Toca da Raposa II.

 

 

NÚMEROS NO MINEIRÃO EM 2019

10
jogos

9
vitórias

1
empate

93,3%
de aproveitamento

26
gols marcados (8 de Fred)

2
gols sofridos


Publicidade