Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Clima de revanche

Cruzeiro e Taubaté começam hoje, em Contagem, a disputar a série melhor de cinco da semifinal da competição. Na última temporada, os dois se encontraram nesta mesma fase e deu Raposa


postado em 06/04/2019 05:08

O líbero Serginho aposta na força da torcida para superar o Taubaté nesta noite, mas alerta para a qualidade dos jogadores da equipe paulista(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 24/4/18)
O líbero Serginho aposta na força da torcida para superar o Taubaté nesta noite, mas alerta para a qualidade dos jogadores da equipe paulista (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 24/4/18)


Começam hoje as semifinais da Superliga Masculina de Vôlei. Diferentemente do torneio feminino – que é em melhor de três –, a série pode chegar a cinco jogos, nas semifinais e final. O Cruzeiro começa a decisão, contra o Taubaté-SP, no Riachão, em Contagem, às 21h30. Às 19h, Sesi-SP e Sesc-RJ jogam na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Cruzeiro e Taubaté são adversários tradicionais no vôlei brasileiro, tanto que fizeram a final em 2017, quando o time celeste venceu por 3 a 1 e conquistou o pentacampeonato. Na temporada passada, os dois se enfrentaram também nas semifinais, novamente com vitória mineira, 3 a 2 na série. O Cruzeiro foi campeão mais uma vez, sagrando-se hexa.

E é justamente o confronto do ano passado que serve de parâmetro para a disputa de agora, segundo o líbero Serginho, que participou de todas as conquistas do clube. “Ano passado, a série tinha a mesma sequência, começa em nossa casa, vai para Taubaté, volta aqui, retorna a São Paulo e terminava em Contagem. Só que nós perdemos o primeiro jogo e, em seguida, voltamos a perder lá. Ficou 2 a 0 pra eles. Tínhamos de reagir, e reagimos. Ganhamos três em seguida, mas foi difícil. Por isso, não podemos bobear hoje. Temos de abrir a série com vitória.”

Segundo o líbero, o Taubaté é um time muito perigoso. “Eles, na verdade têm dois times, o que dá uma vantagem ao seu treinador, o Renan Dal Zotto, de variar o time e a maneira de jogar. É uma equipe muito experiente. São praticamente 12 titulares, pois os jogadores que ficam no banco já foram titulares em outras equipes, o que é uma grande vantagem.”

Mas Serginho aposta num fator que é primordial: “Nossa torcida. Ela sempre foi muito atuante e empurra o nosso time, além de assustar o adversário. Pra mim, é uma vantagem a mais jogarmos em casa. Temos uma torcida apaixonada, que canta e incentiva o tempo todo.”

RIVAL FORTE No Taubaté, as lembranças são também importantes e usadas como alerta para este jogo, segundo o ponteiro mineiro Lucarelli. “No ano passado, já jogamos na semifinal contra o Cruzeiro e foram cinco jogos muito difíceis. Acredito que será uma semifinal muito disputada, decidida nos detalhes e espero que, desta vez, a vaga na final seja nossa.”

O time paulista, que trocou de treinador na reta final da fase de classificação da Superliga, quando o argentino Daniel Castellani deu lugar a Renan Dal Zotto, também técnico da Seleção Brasileira, tem três campeões olímpicos no Rio’2016: o ponteiro mineiro Lucarelli, o meio de rede Lucão e o ponteiro Douglas Souza, além do oposto Leandro Vissotto, o também meio de rede mineiro Otávio, ex-Minas, o ex-levantador do Cruzeiro, o argentino Uriarte, campeão da Superliga ano passado.

Taubaté: Uriarte, Vissotto, Lucão, Otávio, Lucarelli, Douglas e Aldren Brand (líbero). Técnico: Renan Dal Zotto. Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Le Roux, Isac, Sander, Filipe (Rodriguinho) e Serginho (líbero). Técnico: Marcelo Mendez.

Ingressos A venda dos ingressos hoje ocorre somente na bilheteria do ginásio do Riacho, que abre às 13h e segue até a hora do jogo. Os bilhetes custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada.

FIQUE LIGADO
1º jogo das semifinais da Superliga
Sesi-SP x Sesc-RJ
SporTV2, 19h
Cruzeiro x Taubaté
SporTV2, 21h30


Publicidade