Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Olho clínico

Pedro Rocha chegou ontem a BH e será apresentado hoje. O atacante é o sexto reforço da temporada e, até agora, todos os contratados se encaixaram bem na equipe


postado em 05/04/2019 05:08

"Eu esperava sim, porque a torcida do Cruzeiro é muito grande. Estou muito feliz por fazer parte da nação Cruzeiro" Pedro Rocha, atacante celeste, sobre a recepção da torcida no aeroporto (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)



A chegada do atacante Pedro Rocha, que já teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (Bid) da CBF e será apresentado hoje à tarde, mostra o apetite do Cruzeiro nesta temporada. Com o jogador emprestado pelo Spartak Moscou, o clube chega a seis contratações na temporada. E o olho tem sido clínico, pois todos os contratados deram a resposta esperada e deixaram o time mais qualificado.

Os primeiros a chegar foram dois jogadores que estão na reserva, mas deram conta do recado quando escalados, o lateral-direito Orejuela e o volante Jádson. Pouco depois, foi apresentado outro jogador que está na mesma situação deles, o lateral-esquerdo Dodô – que foi titular na vitória por 1 a 0 sobre o Emelec-EQU, quarta-feira, pela Libertadores.

Já na segunda quinzena de janeiro, chegaram dois atletas que logo garantiram lugar como titulares, ambos armadores, posição na qual a equipe celeste já estava muito bem servida. Marquinhos Gabriel foi uma grata surpresa para os cruzeirenses, pois foi “negócio de oportunidade”, segundo a própria diretoria celeste. Porém, depois de passagem irregular pelo Corinthians, vem mostrando futebol de alto nível, tendo se encaixado como uma luva no esquema do técnico Mano Menezes.

Rodriguinho ainda mais. Jogador que mais exigiu esforço financeiro para a contratação, o armador tem correspondido plenamente: são sete gols em nove jogos, além de ter dado duas assistências.

Na Libertadores, são três gols em três jogos, o último na vitória por 1 a 0 sobre o Emelec-EQU. “Gosto muito de trabalhar finalização, para, quando tiver chance no jogo, concluir bem”, diz o jogador, que enaltece o bom ambiente e a qualidade do grupo celeste para explicar a rapidez com que os novatos se entrosaram no Cruzeiro.

Ele acredita que o mesmo vai ocorrer com Pedro Rocha. “É um jogador de qualidade imensa e vamos recebê-lo da melhor maneira possível para que ele possa desempenhar seu melhor papel e elevar o nível do grupo”, afirma o camisa 23.

RECEPÇÃO No que depender dos cruzeirenses, o jovem atacante já está em casa, como mostrou no desembarque dele na manhã de ontem, no aeroporto de Confins. Cerca de 100 torcedores o recepcionaram e gritaram frases como “ele é matador, Pedro Rocha é Cruzeiro”.

O jogador agradeceu e promete muito empenho para retribuir em campo o carinho recebido. “Só queria chegar logo para poder trabalhar e fazer o meu melhor com a camisa do Cruzeiro. Na Europa, foi um período de experiência importante para mim, sou novo ainda, estou muito feliz e motivado com essa oportunidade de voltar ao Brasil. O Cruzeiro está me dando essa oportunidade, quero fazer o meu melhor”, declarou o atacante, que não se surpreendeu com a recepção festiva. “Eu esperava sim, porque a torcida do Cruzeiro é muito grande. Estou muito feliz por fazer parte da nação Cruzeiro. Estamos juntos.”

Com a situação regularizada, Pedro Rocha terá condições de atuar caso o Cruzeiro vá à final do Campeonato Mineiro. Amanhã, às 19h, no Mineirão, a equipe faz o jogo de volta das semifinais, contra o América, garantindo vaga até com derrota por um gol de diferença.

Já na Libertadores, ele terá de esperar o fim da fase de grupos, pois novos jogadores só poderão ser inscritos para as oitavas de final, quando cinco atletas poderão ser modificados. O jogador revelado pelo Grêmio deverá ficar com a vaga do armador Renato Kayzer, relacionado com a camisa 22 no torneio continental e que foi emprestado à Ponte Preta até dezembro.

 

 

ESTRELADA...
DESCANSO ANTES DA SEMIFINAL

Pensando em dar mais conforto e descanso aos jogadores, a comissão técnica do Cruzeiro decidiu adiar o retorno da delegação do Equador para o Brasil. Em vez de sair logo depois do jogo contra o Emelec, o voo fretado deixou Guayaquil no fim da manhã de ontem, chegando à noite na capital mineira, depois de escala em Manaus. “Decidimos sair próximo ao meio-dia (horário equatoriano) para que os jogadores dormissem bem à noite. Nesta sexta-feira vamos avaliar cada jogador”, diz o técnico Mano Menezes, que só depois da avaliação vai definir o time para enfrentar o América, amanhã, no Mineirão.


Publicidade