Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

A volta do xerife

Sem jogar desde 24 de fevereiro, Dedé deve ser escalado amanhã contra o Tombense, para ganhar ritmo de jogo para a partida de quarta-feira. TN10 também pode aparecer


postado em 09/03/2019 05:05

Cumprindo suspensão, Dedé não viajou a Buenos Aires, sendo substituído por Murilo. Mas o zagueiro deve reaparecer no time amanhã(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 19/1/19)
Cumprindo suspensão, Dedé não viajou a Buenos Aires, sendo substituído por Murilo. Mas o zagueiro deve reaparecer no time amanhã (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 19/1/19)



Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Huracán, na estreia na Copa Libertadores, é natural que Mano Menezes preserve titulares do Cruzeiro no compromisso pelo Campeonato Mineiro diante do Tombense, domingo, às 16h, no Mineirão. Mas, entre várias caras que pouco aparecem na temporada, o torcedor pode ver em campo novamente o zagueiro Dedé, um dos melhores da posição no ano passado no futebol brasileiro, que não jogou na Argentina em virtude de suspensão.

A intenção inicial da comissão técnica é dar ritmo de jogo ao defensor de 30 anos, cujo último jogo foi o empate com a URT por 1 a 1, dia 24 de fevereiro, pelo Estadual. Ele tenta chegar com 100% das condições físicas e técnicas para enfrentar o Deportivo Lara-VEN, quarta-feira, na estreia celeste em casa na Libertadores. Com o jogador em campo, Mano espera que toda o sistema defensivo melhore o nível de atuação depois dos vários sustos sofridos contra o Huracán, em Buenos Aires.

Ainda que o número de gols sofridos pela equipe em 2019 (cinco em nove jogos) seja razoável, a atuação individual dos defensores chama a atenção nesse início de temporada. Se Leo e Dedé têm formado dupla considerada segura pela torcida, as exibições do reserva Murilo têm sido criticadas pelos torcedores e viram alvo de preocupação para o treinador. Desde que passou por cirurgia no ombro esquerdo no fim do ano passado, o zagueiro de 21 anos, titular do título da Copa do Brasil de 2017, vem tentando ganhar prestígio no grupo. Mas a irregularidade nas últimas exibições tem prejudicado o camisa 4 celeste.

A partida em solo argentino foi a primeira nesta temporada que Mano Menezes utilizou formação com três zagueiros, algo pouco usual desde que o treinador assumiu a equipe. No segundo tempo, ele sacou Rodriguinho (autor do gol celeste) e pôs em campo Fabrício Bruno para fechar ainda mais o sistema defensivo – que já tinha Leo e Murilo. Apesar das boas chances criadas pelos argentinos, o Cruzeiro se segurou bem, contando também com as belas defesas do goleiro Fábio.

 

 

THIAGO NEVES Embora a comissão técnica não confirme, o Cruzeiro pode ter a volta do armador Thiago Neves contra o Tombense. Recuperado de estiramento na panturrilha direita, o atleta desde então está sob os cuidados da preparação física para evitar nova lesão – ele se machucou numa atividade na Toca da Raposa em 10 de fevereiro.

O auxiliar-técnico Sidnei Lobo sinaliza que Thiago Neves tem chances de ser testado neste fim de semana, mas não confirma os demais: “Quem ganha com essa qualificação é o torcedor. O Thiago está fazendo os treinamentos, já está totalmente recuperado. A questão da equipe que vai iniciar o próximo jogo, nós ainda vamos conversar, tem uma leve tendência (rodar o grupo). Mas vamos avaliar, reavaliar os atletas”. Se estiver em campo contra o Tombense e não sentir dor, é quase certa a presença do camisa 10 diante do Deportivo Lara.


ESTRELADAS

liderança celeste

O Cruzeiro assumiu a liderança do Grupo B da Libertadores com o empate por 0 a 0 entre Deportivo Lara-VEN e Emelec-EQU, ontem, no Estádio Metropolitano de Lara. A partida seria disputada na quinta-feira à noite, mas foi adiada devido à falta de energia elétrica no estádio. O resultado foi melhor para o Emelec, que vai encarar o Huracán em casa, na próxima semana.

SEM MANO NO MINEIRÃO

Expulso contra o Huracán, o técnico Mano Menezes não poderá ficar no banco na partida contra o Deportivo Lara-VEN, quarta-feira, no Mineirão. Por causa da expulsão do treinador, a Raposa teve descontada a quantia de US$ 1,5 mil (quase R$ 6 mil) de sua premiação na competição.

Novo vice-presidente

Filho de Zezé Perrella, o ex-deputado estadual Gustavo Perrella assumiu o cargo de vice-presidente institucional do Cruzeiro. A primeira viagem dele foi a Buenos Aires, onde o Cruzeiro venceu o Huracán na estreia na Libertadores. A princípio, Gustavo Perrella ficará responsável por auxiliar na representação do clube na CBF, na Conmebol e na Fifa. (Tiago Mattar)


Publicidade