Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Cruzeiro ao estilo Libertadores

Time celeste estreia com vitória suada sobre o Huracán, em Buenos Aires, superando campo pesado e muita pressão. Quarta-feira, recebe o venezuelano Deportivo Lara, no Mineirão


postado em 08/03/2019 05:02

Armador Rodriguinho comemora depois de marcar o gol que garantiu o triunfo celeste no El Palacio(foto: JUAN MABROMATA/AFP)
Armador Rodriguinho comemora depois de marcar o gol que garantiu o triunfo celeste no El Palacio (foto: JUAN MABROMATA/AFP)



Teve chuva forte, campo pesado, adversário aguerrido e jogadas ríspidas, mas o Cruzeiro superou todos os obstáculos para estrear com vitória na edição 2019 da Libertadores. O suado 1 a 0, gol do armador Rodriguinho aos 29min de partida, deixa claro o que foi a partida na noite de ontem, em Buenos Aires, na abertura do Grupo B.

O resultado foi muito comemorado pelos cruzeirenses, que agora vão receber o Deportivo Lara, da Venezuela – considerado o time mais fraco da chave –, na quarta-feira, às 19h15, no Mineirão. Antes, porém, volta a campo no domingo, às 17h, mas pela nona rodada do Campeonato Mineiro, contra o Tombense, também no Gigante da Pampulha, quando alguns jogadores devem ser poupados.

“Estou muito feliz por ter feito gol na Libertadores, tomara que seja o primeiro de muitos na competição. E principalmente por ter ajudado a equipe a vencer, não é fácil e temos de valorizar muito o resultado”, disse Rodriguinho, que chegou ao 13º jogo na carreira na principal competição da América do Sul.

Já o auxiliar-técnico Sidnei Lobo, que participou da entrevista coletiva no lugar do técnico Mano Menezes (impedido por ter sido expulso no fim do jogo por reclamação), enalteceu o resultado. “Estrear em uma competição como esta, com vitória, é para poucos, ainda mais na Argentina”, afirmou, destacando o gramado pesado devido à chuva.

Apesar das dificuldades, o time celeste não se intimidou. Aos 12min, ameaçou em cobrança de escanteio – a bola bateu em Rodriguinho e obrigou o goleiro Silva a se esticar todo para evitar o gol. O goleiro, porém, nada pôde fazer aos 29, quando Robinho fez passe por elevação para o Rodriguinho na área. Com categoria, o camisa 23 desviou para rede.

PRESSÃO Como a chuva diminuiu, era de se esperar que o Cruzeiro se acertasse mais em campo no segundo tempo. Porém, começou a errar muitos passes, permitindo a pressão argentina. Aos 24min, Auzqui foi lançado nas costas de Murilo, driblou Fábio, mas tocou fraco para o gol, permitindo a recuperação do zagueiro cruzeirense. Na sequência, Salcedo pegou sobra na área e chutou em cima da marcação. Quando conseguiu criar, o time celeste não aproveitou. Como aos 30, quando Fred escorou para Ariel Cabral, que perdeu a chance de finalizar.

Para dar mais segurança defensiva, Mano Menezes trocou o armador Rodriguinho pelo zagueiro Fabrício Bruno. Nos acréscimos, o Huracán conseguiu balançar a rede, porém, Chávez estava impedido. Pouco depois, Fábio deu rebote em chute de fora, mas se recuperou quando Lucas Barrios se preparava para marcar.

Na partida, o Cruzeiro estreou seu novo uniforme, que começou a ser vendido ontem pela manhã nas lojas do clube. Fabricada pela Umbro, a camisa pode ser adquirida pelo torcedor com ou sem as logomarcas dos patrocinadores. A novidade é que as marcas são todas estampadas nas cores branca (na camisa azul) e azul (na camisa branca).

 

 

FICHA TÉCNICA
Huracán-ARG 0 x 1 Cruzeiro

Huracán-ARG: Silva; Chimino, Salcedo, Mancinelli e Alderete; Damonte (Toranzo 41 do 2º), Rossi, Auzqui (Mendoza 33 do 2º) e Roa (Chávez 19 do 2º); Gamba e Lucas Barrios
Técnico: Antônio Mohamed
Cruzeiro: Fábio; Edílson, Leo, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral 24 do 2º), Robinho, Rodriguinho (Fabrício Bruno 30 do 2º) e Rafinha (Marquinhos Gabriel 44 do 2º); Fred
Técnico: Mano Menezes
1ª rodada do Grupo B da Libertadores
Estádio: El Palacio
Gol: Rodriguinho 29 do 1º
Árbitro: Diego Haro (PER)
Assistentes: Jonny Bossio e Jesus Sanchez (PER)
Cartão amarelo: Roa, Rafinha, Lucas Romero, Murilo, Leo, Chimino, Fred, Gamba e Egídio
Próximos jogos do Cruzeiro: Deporitivo Lara-VEN (c), Emelec-EQU (f) e Huracán-ARG (c)


Publicidade