Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Coelho precisa quebrar o tabu


postado em 08/03/2019 05:02

Felipe Azevedo espera que o América volte a apresentar um bom futebol contra o Tupynambás(foto: Estevão Germano / América)
Felipe Azevedo espera que o América volte a apresentar um bom futebol contra o Tupynambás (foto: Estevão Germano / América)


Eliminado da Copa do Brasil na semana passada, o América apostará todas suas fichas nas três últimas rodadas da fase inicial do Campeonato Mineiro para chegar ao primeiro lugar, posição que a equipe nunca esteve nesta década. Para isso, o Coelho terá de vencer os três adversários que lhe restam – Tupynambás (em casa), Atlético (fora) e Guarani (em casa) – para poder jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols nas semifinais e na decisão.

Desde 2011, o América vem tentando obter a melhor colocação na fase inicial, mas tem sido superado por Atlético e Cruzeiro. Na temporada passada, o time alviverde foi melhor que o Atlético e terminou a etapa de classificação em segundo lugar, atrás da Raposa. Em 2013 e 2015, a equipe nem mesmo chegou ao grupo dos quatro primeiros, ficando fora da semifinal – essas edições não previam a disputa das quartas de final.

O goleiro Fernando Leal entende que o grupo pode tirar lições da queda na Copa do Brasil diante do Juventude e se concentrar ao máximo na partida de amanhã, às 21h, contra o Tupynambás, no Horto: “Vejo que o América tem um grupo de jogadores experientes, que não se acomodam e buscam sempre o melhor para continuar vencendo. É isso que a gente espera para o fim da competição, que as lições tenham efeito positivo e possamos nos manter fortes na briga pelo Mineiro. Então, entraremos em campo assim, mas buscando vencer e nos manter na briga pela primeira posição, que traria benefícios para nós nas próximas fases”.

Para o atacante Felipe Azevedo, o time precisa impor seu estilo de jogo em casa: “É uma oportunidade de reagirmos, fazer um bom jogo e buscar a vitória para manter o objetivo de finalizar a primeira fase na liderança do estadual. Nesta semana, os trabalhos têm sido muito bons, estamos já focados novamente para a sequência do ano. Na partida de sábado, precisamos fazer aquilo que fizemos nos jogos dentro do Independência. Vencer o jogo vai nos trazer de volta o bom momento com naturalidade”.

EXPERIÊNCIAS Neste fim de semana, o alviverde terá os desfalques do lateral-direito Leandro Silva (que se recupera de luxação no ombro direito) e o volante Zé Ricardo (suspenso). Na direita, Givanildo Oliveira deve escalar o prata da casa Ronaldo, de 19 anos. No meio-campo, a opção é Christian. O treinador poderá testar algumas peças de velocidade no time titular, casos dos atacantes França (prata da casa) e Neto Berola. Ambos entraram na partida no Sul do país, mas não mudaram a postura no segundo tempo.


Publicidade