Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Coelho goleia e assume a liderança

América aplica 5 a 0 no Tupi no Independência e assume a ponta do Estadual pelo saldo de gols. Time agora também é dono do melhor ataque e da melhor defesa da competição


postado em 28/01/2019 05:11

Até o zagueiro Paulão deixou a marca dele ontem, fazendo, de canhota, o quarto gol do time americano (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press )
Até o zagueiro Paulão deixou a marca dele ontem, fazendo, de canhota, o quarto gol do time americano (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press )










Com tarja de luto na manga da camisa e minuto de silêncio em respeito à tragédia de Brumadinho, o América goleou o Tupi por 5 a 0 ontem, no Independência, e assumiu a liderança do Campeonato Mineiro. Com autoridade, o Coelho ainda garantiu a marca de melhor ataque e melhor defesa neste início de Estadual. Resultado para comemorar, mas o volante Juninho confessou, ao fim do jogo, não ter sido fácil entrar em campo: “Feliz por ajudar o time (deu o passe para o quarto gol), mas sem esquecer de Brumadinho, muito triste. São vidas, o que aconteceu em Mariana não serviu de alerta. Na concentração, o tempo todo acompanhei as notícias e fiquei emocionado. Difícil jogar, mas é nosso trabalho. Quero mandar força para as pessoas, que Deus as abençõe e conforte o coração”.

Com a bola rolando, o Tupi foi presa fácil no primeiro tempo. Com mais posse de bola, qualidade no passe e mais bem organizado taticamente, o América tomou a iniciativa e fez o que se esperava dele. Já o time de Juiz de Fora decidiu apostar nos contra-ataques, porém criou raras oportunidades para balançar a rede.

O jogo começou lento, sem chances de gol e limitado a troca de passes no meio-campo. Aos poucos, o Coelho se impôs e o duelo passou a ser ataque contra defesa. No entanto, o time de Givanildo Oliveira pecava nas finalizações. E o Galo Carijó fazia de tudo para suportar a pressão americana, sem vergonha de dar chutão.

O América agradeceu a falta de iniciativa do Tupi e garantia o controle da partida com jogo veloz. A primeira grande chance ocorreu aos 21min com Matheusinho, em chute forte de fora da área que obrigou Ricardo Villar a ceder escanteio. A partir desse momento, o Coelho foi mais incisivo. E aos 27min, Zé Ricardo deu uma assistência perfeita para Matheusinho marcar belo gol: 1 a 0.

Ao superar a barreira defensiva do Tupi, tudo ficou ainda mais fácil para os donos da casa. Tanto que três minutos depois, em chute cruzado pela direita, Leandro Silva aumentou a vantagem: 2 a 0. O Coelho se manteve superior, com mais personalidade e ainda teve ótima chance em cobrança de falta de Toscano – Villar fez grande defesa.

SUPERIORIDADE

O ritmo do América foi o mesmo no segundo tempo. Mesmo vencendo, o Coelho não desperdiçou mais um vacilo da defesa do Tupi e logo aos 4min, depois de preciso lançamento de Juninho, Felipe Azevedo infiltrou na área, dominou e deixou sua marca: 3 a 0.

Sem desacelerar, o Coelho tratou de aumentar seu saldo de gols, que aliás é critério de desempate. Assim, diante da fragilidade do Tupi, aos 33min, Toscano cobrou escanteio e Paulão, de canhota, decretou a goleada: 4 a 0. Com ambição, nos descontos, ainda teve tempo para Ademir fechar o placar em 5 a 0, depois de cruzamento rasteiro de Jonatas Belusso.

Givanildo ficou satisfeito com a produção da sua equipe. “A vitória foi boa, em um belo jogo. Vamos ver se continua assim”, destacou o treinador americano, sem deixar de externar sua preocupação com a sequência de partidas: “Agora, teremos dois jogos fora, viagens, o que nos preocupa. Mas não podemos correr. Temos de passar por cima”.

"São vidas, o que aconteceu em Mariana não serviu de alerta. Na concentração, o tempo todo acompanhei as notícias (de Brumadinho) e fiquei emocionado. Difícil jogar, mas é nosso trabalho. Quero mandar força para as pessoas, que Deus as abençoe e conforte o coração"

. Juninho, volante americano


América 5X0 Tupi

América
Fernando Leal; Leandro Silva, Paulão, Diego Jussani e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Matheusinho (Ademir 37 do 2º); Marcelo Toscano, Felipe Azevedo (França 27 do 2º) e Júnior Viçosa (Jonatas Belusso 28 do 2º)
Técnico: Givanildo Oliveira


Tupi
Ricardo Villar; Afonso, Arthur Sanches, Aislan e Emerson; Diego Gomes, Fábio Henrique (Baiano, intervalo), Eduardo Nardini; Saulo, Hugo Ragelli (Breno 17 do 2º) e Gabriel Costa (Nélio 32 do 2º)
Técnico: ilton Fernandes

Terceira rodada do Campeonato Mineiro

Estádio: Independência
Gols: Matheusinho 27 e Leandro Silva 30 do 1º; Felipe Azevedo 4, Paulão 33, Ademir 46 do 2º
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho e Pedro Araújo Dias Cotta
Cartão amarelo: Júnior Viçosa
Próximos jogos: Tombense (F), Patrocinense (F) e URT (C)


Publicidade