Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Café da manhã

Uma Fritata

Receita fornecida por Anella Veneroso Peluso, do Bairro Santa Efigênia. (31) 9972-7269


postado em 14/04/2017 10:10

Ingredientes:

- 20 ovos

- 400 g de linguiça defumada

- 400 g de queijo-canastra picado

- 1 ml olho de salsinha

- 50 ml de azeite extra virgem

- Pimenta-do-reino e sal a gosto

Doce fama:

- O tradicional chocolate de origem polonesa é uma boa opção para comemorar a Páscoa. Os produtos Lalka fazem fama há 85 anos no mercado. Quando o momento é doce, os bombons de licor, de cereja e a famosa bala de maçã dão um toque de qualidade. Contato: (31) 3227-5050.

Modo de Preparo:

Mexer os ovos em uma vasilha. Fritar a linguiça picadinha. Misturar aos ovos mexidos a linguiça, a salsinha e o queijo, ainda na vasilha fora do fogo. Temperar com sal e pimenta. Pôr azeite em uma frigideira grande e despejar os ovos mexidos, com os demais ingredientes, em colheradas. Fritar em fogo baixo. Virar a fritata para dourar dos dois lados. Repetir o processo até acabara mistura.



Saudade Italiana

Vamos viajar pelas histórias da Província de Salermo, no Sul da Itália, e descobrir uma tradição pascal de uma família de imigrantes que escolheu Minas Gerais como terra adotiva. O casamento entre um italiano de Sicili e uma moça de Pisciota resultou em 60 anos de união e uma família maravilhosa, que perpetua umas das mais belas culturas europeias. Dona Anella Veneroso Peluso, de 90 anos, veio para o Brasil aos 5 anos.

Aqui, conheceu o marido e logo no primeiro ano de casamento adotou o costume da família dele de comer fritata na semana santa. Na cidade de Guarani, na Zona da Mata, a italianada se reunia no domingo de Páscoa para tomar um café da manhã diferente: fritata, pão e vinho. Os convidados comiam, cantavam músicas típicas em um dia que só terminava com a "jantarata". "Isso dá saudade", lembra dona Anella, com um suspiro profundo.

A receita ia aumentado de acordo com a chegada dos italianos a Guarani. Já houve vez em que foi feita com 30 dúzias de ovos, garante a cozinheira. Mesmo depois da mudança para Belo Horizonte a tradição continuou e a matriarca recebe família e amigos para celebrar o domingo de Páscoa. Mas a lição é muito maior do que a receita. O respeito diante da mãe e dos valores da família, cultuado pelos filhos, são detalhes que enchem os olhos de qualquer visitante.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade