UAI
Publicidade

Estado de Minas ASSISTÊNCIA SOCIAL

Governo retoma estudo para auxílio de R$ 600 permanente

Recurso financeiro para manter ajuda viria de mudanças no Imposto de Renda, como aumento da taxação dos mais ricos


05/08/2022 10:47

Ilustração mostra outdoor sobre o Palácio do Planalto com valor de R$ 600
(foto: Gomez/CB/DA Press)


Uma reunião ministerial no Palácio do Planalto, esta semana, deflagrou a discussão sobre o resgate da proposta de reajuste do Imposto de Renda, já aprovada na Câmara, para garantir os recursos necessários para que o Auxílio Brasil de R$ 600 se torne permanente. É o que informa o Blog da Denise, do Correio Braziliense. "O projeto, considerado a fase dois da reforma tributária, corrige as tabelas de IR e prevê a taxação de lucros e dividendos para os 60 mil mais ricos do país."

Denise Rothenburg cita declaração de Paulo Guedes: '"Muitos se esqueceram dessa proposta, mas eu não me esqueci". Segundo a jornalista, o ministro da Economia "já discute com a área política — leia-se Casa Civil e Secretaria de Governo — a estratégia para tentar votar essa reforma assim que terminar o processo eleitoral."

O blog lembra que "propostas de taxação de lucros e dividendos não são privilégio do atual governo. O economista Guilherme Mello, que integra a equipe dedicada a elaborar os projetos econômicos do PT, tem defendido esse caminho em palestras pelo país afora."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade