UAI
Publicidade

Estado de Minas HOMENAGENS

Políticos exaltam Elza Soares: 'Voz do milênio', diz deputada Leci Brandão

Além de presidenciáveis, Leci Brandão, deputada estadual em São Paulo e sambista, se comoveu com a partida da cantora de 91 anos


20/01/2022 19:53 - atualizado 20/01/2022 20:10

A morte da cantora Elza Soares nesta quinta-feira (20/1), aos 91 anos causou comoção também no mundo político. Dos presidenciáveis Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e João Doria (PSDB) à deputada estadual Leci Brandão (PCdoB-SP), sambista e de convivência com Elza, foram inúmeras manifestações destacando a força da obra da artista, mas, também, seu papel na luta por direitos dos negros e das mulheres.


"Quanta tristeza! A nossa diva Elza Soares fez sua passagem hoje. A Voz do Milênio, Elza é uma referência de mulher, artista e ser humano. Elza é eterna! Eu agradeço por sua passagem iluminada neste mundo. Que Olorum a receba em festa. Elza Soares sempre presente", disse Leci, pelo Twitter, em recado de ícone para ícone da música brasileira.



Lula foi outro a destacar a potência das cordas vocais de Elza. "Perdemos não só uma das melhores cantoras e vozes mais potentes do Brasil, mas também uma grande mulher, que sempre defendeu a democracia e as boas causas", escreveu.



"O Brasil perde uma mulher admirável. Elza era a voz do talento e do ritmo da música brasileira", postou Doria.

 

Ciro Gomes (PDT) também deixou uma mensagem. "Elza Soares, que foi eleita uma das maiores artistas do mundo, teve sua vida marcada pela superação. Sua história é símbolo de luta pelo direito das mulheres, dos negros e dos mais pobres."


De Minas Gerais, uma das vozes de lamento pela partida de Elza foi a deputada estadual Andréia de Jesus (PSOL), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa. "Com muita tristeza recebo a notícia que Elza Soares se foi. Uma mulher revolucionária, que usou sua voz inconfundível para cantar, mas também para representar a força e luta das mulheres pretas."

Paes vai decretar luto no Rio de Janeiro


Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio de Janeiro (RJ), afirmou que nesta sexta-feira (21) vai decretar luto oficial de três dias em homenagem a Elza. "Mulher! Guerreira! Elza Vive!", exclamou.



Manuela d'Ávila (PCdoB), candidata a vice-presidente na chapa do PT em 2018, chamou Elza de "rainha". "Obrigada por sua vida tão repleta de vida!"

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade