Publicidade

Estado de Minas CPI DA COVID

Wizard entra em contato com CPI da COVID e pede agendamento de depoimento

Empresário faltou ao depoimento na última quinta-feira (17/6) e entrou na mira das forças de segurança e judiciais


21/06/2021 10:30 - atualizado 21/06/2021 10:54

Última reunião da CPI da COVID aconteceu na sexta-feira (18/6) com médicos defensores do 'tratamento precoce' contra a COVID-19, medida sem eficácia comprovada cientificamente(foto: Waldemir Barreto/Senado)
Última reunião da CPI da COVID aconteceu na sexta-feira (18/6) com médicos defensores do 'tratamento precoce' contra a COVID-19, medida sem eficácia comprovada cientificamente (foto: Waldemir Barreto/Senado)
O empresário Carlos Wizard enviou uma mensagem a pessoas ligadas à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, no Senado, a fim de marcar data e horário para o depoimento aos senadores. Wizard é considerado investigado e tinha oitiva agendada para a última quinta-feira (17), mas faltou sem justificativa, segundo os parlamentares.


Wizard também conseguiu, via Supremo Tribunal Federal (STF), um habeas corpus que lhe garante o direito ao silêncio. Por conta da ausência no depoimento, a CPI da Pandemia pediu a condução coercitiva do empresário e a apreensão do passaporte assim que ele chegasse ao Brasil.

Wizard é suspeito de integrar um suposto 'ministério paralelo' do governo federal durante a pandemia da COVID-19. O grupo teria dado conselhos ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e debate sobre as questões relacionadas à gestão em tempos de coronavírus.

Na quinta, também estava previsto o depoimento de Alexandre Marques, auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) e autor de um relatório não reconhecido pelo colegiado que questiona 50% das mortes por COVID-19 no Brasil em 2020. Aziz se desculpou com Marques, que estava presente, e informou que seu depoimento será remarcado


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade