Publicidade

Estado de Minas NO SENADO

MPF denuncia Felipe Martins por gesto supremacista branco

Caso seja condenado, ele pode ser preso, pagar multa mínima de R$ 30 mil e ainda perder o cargo público


09/06/2021 16:49 - atualizado 09/06/2021 17:04

Durante a fala de introdução do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o assessor fez o sinal que significaria White Power (Poder Branco)(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Durante a fala de introdução do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o assessor fez o sinal que significaria White Power (Poder Branco) (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O Ministério Público Federal (MPF) no Distrito Federal denunciou à Justiça o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Filipe Martins. A acusação é de que ele fez um gesto racista durante uma sessão do Senado Federal. 

Leia: Assessor de Bolsonaro faz gesto considerado supremacista em audiência

 
De acordo com o MPF, Martins "agiu de forma intencional e tinha consciência do conteúdo, do significado e da ilicitude do seu gesto". Caso seja condenado, ele pode ser preso, pagar multa mínima de R$ 30 mil e ainda perder o cargo público.

Em abril de 2020, em sessão no Senado Federal com o chanceler Ernesto Araújo, o assessor especial para assuntos internacionais reproduziu um gesto obsceno e também considerado supremacista
 
Durante a fala de introdução do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o assessor fez o sinal que significaria White Power (Poder Branco).
 
“O significado do gesto é "White Power", "Poder Branco". Os três dedos esticados formam o W. O indicador colado no polegar forma o círculo do P”,  explicou o sociólogo Celso Rocha de Barros, em postagem no Twitter. 
 
O gesto com forma arredondada, que também pode ser entendido como um 'OK', foi classificado como 'uma verdadeira expressão da supremacia branca', de acordo com a Liga Antidifamação, organização que monitora crimes de ódio nos Estados Unidos. 
 
 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade