Publicidade

Estado de Minas AGRESSÃO

Jornalista da CNN é hostilizado por bolsonaristas no RJ, veja vídeo

Imagens divulgadas em rede social mostram o jornalista sendo hostilizado por apoiadores do presidente


23/05/2021 16:00 - atualizado 23/05/2021 18:58

(foto: Twitter/Reprodução)
(foto: Twitter/Reprodução)
Bolsonaristas expulsaram um jornalista da CNN Brasil que fazia a cobertura de uma aglomeração promovida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Rio de Janeiro, neste domingo (23/5).

Sem máscaras, os manifestantes que promoveram aglomeração no Aterro do Flamengo, zona sul da cidade, fizeram com que o repórter do canal televisivo tivesse que ser levado para uma viatura da Polícia Militar.

Um vídeo divulgado em redes sociais mostra pessoas aos gritos de 'lixo', 'bandido' e 'comunista'. Nas imagens, ainda é possível ver o jornalista escoltado para sair do local diante das provocações. Alguns dos manifestantes avessos ao trabalho da imprensa também cercaram o profissional e colocaram bandeiras e celulares diante de seu rosto.

Apesar de ter sido o único que precisou ser levado pela polícia, o repórter da CNN não foi o único a ser hostilizado pelos bolsonaristas. Os profissionais que ficaram no espaço reservado a jornalistas ouviram a todo momento xingamentos de quem passava por lá.



Acompanhado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e por pelo menos mais 10 apoiadores - todos eles sem máscaras e sobre um carro de som apertado o presidente discursou no fim da manhã para milhares de apoiadores no Aterro do Flamengo.

Ele criticou prefeitos e governadores que decretaram confinamento durante a pandemia e afirmou que jamais colocará o exército, que chamou de seu, nas ruas para fazer lockdown.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade