Publicidade

Estado de Minas FARRA DOS SALÁRIOS

Planalto obrigou Paulo Guedes a liberar a farra de salários no governo

Pressão foi exercida, principalmente, pelos ministros militares, que são os maiores beneficiados


14/05/2021 08:48

O jornalista Vicente Nunes, do Correio Braziliense, no Blog do Vicente, revelou, nesta sexta-feira (14/5), que 'partiu do Palácio do Planalto a determinação para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, editasse uma portaria liberando a farra de salários dentro do governo'. Segundo ele, 'a pressão foi exercida, principalmente, pelos ministros militares, que são os maiores beneficiados pelo teto duplex'.

Vicente ainda revelou o valor dos aumentos entre os ministros. "No caso do ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, o contracheque terá aumento de 69% (R$ 27 mil), para R$ 66,4 mil. O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, por sua vez, embolsará R$ 62 mil, ou R$ 22,8 mil a mais (alta de 58%). Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, engordará a conta bancária em R$ 23,8 mil (mais 60%), com salário de R$ 63 mil."

"Por meio da portaria 4.975, de 29 de abril, o Ministério da Economia passou por cima da Constituição, que limita a remuneração para cargos públicos, pensões e outras vantagens ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente em R$ 39.293,32."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade