Publicidade

Estado de Minas

No aniversário do golpe militar, Bolsonaro diz que 'não discute história'

Presidente faz referência ao projeto de resolução do Congresso em 2013 que anulou a sessão de 1964 e declarou vaga a cadeira de presidente a República


31/03/2021 21:08 - atualizado 31/03/2021 21:56

Bolsonaro foi um dos que foram contra à sessão que reconheceu João Goulart(foto: Marcos Correia/PR)
Bolsonaro foi um dos que foram contra à sessão que reconheceu João Goulart (foto: Marcos Correia/PR)
 
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi às redes sociais nesta quarta-feira (31/3) para dizer que “verdadeiros democratas não apagam fotos ou fatos”, no dia que o Brasil completou 57 anos do Golpe Militar, em 1964. 
 
 
No Twitter, ele fez referência a um projeto de resolução do Congresso Nacional aprovado em abrl de 2013, que anulou a sessão de 2 e abril de 1964 e declarou vaga a presidência da República no mandato do presidente João Goulart.
 
No período, o então chefe do Executivo foi pressionado a deixar o país diante de uma série de atos dos militares, e fugiu para o Rio Grande do Sul, onde se refugiou e pediu asilo político ao governo uruguaio. Sem ninguém no poder, os militares assumiram o controle do país, culminando na nomeação Humberto de Alencar Castello Branco para a presidência. 
 
Bolsonaro afirmou que não discute história ao lembrar que o dia foi "apagado pelo Congresso Nacional": “Deus abençoe o Brasil e guarde nossa liberdade”, postou o presidente, que publicou foto de quando atuava no Exército.

Na resolução de 2013, que decidiu pela extinção da sessão de 2 de abril de 1964, o então deputado do PP-RJ se tornou voz dissonante na votação do projeto.
 
“Querem apagar um fato histórico de modo infantil. Isso é mais do que Stalinismo, quando se apagavam fotografias, querem apagar o Diário do Congresso”, afirmou.

Presidente do Senado no período, Renan Calheiros afirmou que estava sendo feita a Justiça no país: É uma oportunidade histórica de reparar uma mancha na história do país”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade