Publicidade

Estado de Minas DEPUTADO PRESO

Amoêdo critica Novo por votar contra prisão de Silveira: 'Decepcionante'

João Amoêdo, ex-presidente do partido, alfineta e declara que não era este o papel imaginado para a sigla


20/02/2021 13:50 - atualizado 20/02/2021 16:37

João Amoêdo, ex-presidente do NOVO, critica partido(foto: MIGUEL SCHINCARIOL/Divulgação)
João Amoêdo, ex-presidente do NOVO, critica partido (foto: MIGUEL SCHINCARIOL/Divulgação)
Em sua rede social, o empresário João Amoêdo, ex-presidente do partido NOVO, criticou a posição do partido em relação à prisão do deputado federal bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), depois de o parlamentar divulgar um vídeo com exaltações à ditadura militar e fortes críticas e ameaças a ministros da Corte. 'Decepcionante', publicou.

Por mais de 10 anos, Amoêdo esteve à frente do NOVO, sigla que nasceu com um partido político inovador e com o compromisso de não abraçar a chamada velha políticia. Agora, já fora da presidência da sigla, depois de receber 2,7 milhões de votos na eleição para presidente da República, em 2018, não esconde a decepção com os rumos que o partido segue.

Para Amoêdo, 'como filiado do NOVO, discordo do voto da bancada que foi contra a manutenção da prisão do deputado bolsonarista'. Longe da presidência do partido, o empresário continua vinculado como integrante do conselho curador da Fundação Brasil Novo.

Conforme ele, 'é decepcionante, também, que o partido não seja oposição ao desgoverno que temos hoje'.

Mesmo partido do governador Romeu Zema, Amoêdo se preocupa com os rumos que o NOVO está seguindo. E enfatiza: "Não era esse o papel que imaginávamos para o NOVO", encerra a declaração em sua rede social.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade