Publicidade

Estado de Minas Repetitivo

COVID-19: Bolsonaro não fala em vacinação, mas insiste no uso da cloroquina

Em solenidade de inauguração de ponte e de 27 km de estradas no interior do Rio Grande do Sul, Bolsonaro fala, de novo, de medicação para combater COVID-19


10/12/2020 12:33 - atualizado 10/12/2020 13:08

(foto: Reprodução/TV Brasil)
(foto: Reprodução/TV Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender o uso da cloroquina para a prevenção e tratamento da COVID-19, nesta quinta-feira (10/12), durante discurso em solenidade de inauguração de ponte e de 27 km de estrada em barra do Ribeiro, interior do Rio Grande do Sul.



A última vez que o presidente havia defendido em público a cloroquina foi em outubro. A polêmica envolvendo as declarações do presidente é alimentada pela não comprovação científica sobre a eficácia do tratamento e prevenção da COVID-19.

“Não precisa ser muito inteligente para saber que serve (cloroquina) para as duas coisas”, indagou Bolsonaro, se referindo a duas doenças distintas, malária e COVID-19.

Ação governamental


O presidente também voltou a bater na tecla de que o governo federal vem tomando medidas acertadas em se tratando do combate ao coronavírus, apesar do desgaste que sofreu esta semana com críticas de governadores, que estão apreensivos com a falta até aqui de uma política nacional de vacinação - iniciativa que sempre ficou a cargo da União.

No discurso, Bolsonaro insistiu no desempenho positivo do governo diante da maior pandemia do século. "Me permite falar um pouco do governo, que ainda estamos vivendo o finalzinho de pandemia. O nosso governo, levando-se em conta outros países do mundo, foi aquele que melhor se saiu, ou um dos que melhores se saíram na pandemia"


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade