Publicidade

Estado de Minas SEGUNDO TURNO

Eleição 2020: candidatos têm prioridades diferentes para turismo em Uberaba

Tony evidenciou implantação no município de empresa internacional e de um plano municipal. Por outra lado, Elisa destacou o projeto Geoparque Uberaba


27/11/2020 10:29 - atualizado 27/11/2020 13:46

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no primeiro turno ela ficou em primeiro lugar com 36,25% dos votos, e Tony ficou em segundo, com 24,99%.(foto: Divulgação/Redes Sociais)
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no primeiro turno ela ficou em primeiro lugar com 36,25% dos votos, e Tony ficou em segundo, com 24,99%. (foto: Divulgação/Redes Sociais)
Com relação às primeiras ações voltadas para o turismo de Uberaba, os planos de governo dos candidatos a prefeito de Uberaba, Tony Carlos (PTB) e Elisa Araújo (Solidaridade) apresentam diferenças quanto ao foco. Os dois disputam o segundo turno das eleições neste domingo (29/11).

Tony destacou a implantação da Convention & Visitors Bureau (uma organização de marketing que promove um local como um destino de viagem) e do Plano Municipal de Turismo. Já Elisa ressaltou a importância da criação do Projeto Geoparque Uberaba Terra de Gigantes. 
 

Tony disse que quer, inicialmente, ampliar as parcerias com as empresas e entidades, buscar incentivos e auxiliar na confecção de projetos a fim de auxiliar os operadores do turismo na captação de recursos. “Queremos a efetiva implantação da Convention & Visitors Bureau e, além disso, a implementação e o aprimoramento do Plano Municipal de Turismo com destaque especial para Peirópolis (distrito rural conhecido como a Terra dos Dinossauros), turismo religioso, o Zebu e o turismo ecológico”, declarou Tony. 

O candidato do PTB considera que neste período em que a pandemia ainda está presente é preciso auxiliar as empresas no que for possível. “Seja no parcelamento de impostos, incentivos fiscais e até mesmo na captação de recursos junto às esferas superiores. Vamos de pronto ampliar parcerias com instituições como o Sebrae e auxiliar as empresas que atuam no ramo do turismo a recuperarem sua capacidade de investimento para que possam voltar a gerar emprego e renda para a nossa querida Uberaba”, afirma. 

Já Elisa quer criar o projeto Geoparque Uberaba Terra de Gigantes, que, segundo ela, vai estar inserido em todo o contexto da cultura e do turismo do município. “O projeto também está dentro do desenvolvimento econômico porque a conquista da chancela pela rede mundial de geoparques da Unesco dará a Uberaba a oportunidade de atrair emprego e renda por meio do turismo sustentável, mas, para que isso ocorra, é preciso valorizar nosso patrimônio geológico, histórico - arquitetônico e cultural material e imaterial”, diz a canditada do Solidariedade. 

Em relação à proteção do patrimônio local, ainda segundo Elisa, serão criados sítios históricos e culturais em Uberaba, que preservarão e valorizarão a arquitetura local e a história do município. “As diretrizes da Unesco oferecem os pilares para o alcance da chancela. E por meia dessas diretrizes, vamos alcançar a pontuação máxima. 
Os aspectos do patrimônio arquitetônico, natural e cultural de Uberaba promoverão a conscientização e compreensão da importância desses bens, que passará a ser gerenciado com um conceito de proteção, educação e desenvolvimento sustentável”, afirma Elisa.  



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade