Publicidade

Estado de Minas ATAQUES

Olavo de Carvalho pede renúncia de Bolsonaro por não defender 'fiéis amigos'

O escritor e guru da família Bolsonaro criticou o presidente por não defender as pessoas que o apoiam


25/11/2020 13:53 - atualizado 25/11/2020 14:18

O escritor e apoiador do governo pediu a renúncia do presidente em sua conta no Twitter(foto: YouTube/Reprodução )
O escritor e apoiador do governo pediu a renúncia do presidente em sua conta no Twitter (foto: YouTube/Reprodução )
O escritor Olavo de Carvalho postou uma mensagem em sua conta no Twitter pedindo que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) renuncie ao cargo. Há alguns meses, o guru da família Bolsonaro vem fazendo críticas a atitudes do presidente.

"Bolsonaro: Se você não é capaz nem de defender a liberdade dos seus mais fiéis amigos, renuncie e vá para casa antes de perder o prestígio que em outras épocas soube merecer", escreveu.
 
 

Em outra postagem Olavo diz: “Obras públicas até Hitler e Stalin faziam, e ninguém fez tantas quanto eles. Gabar-se de obras públicas enquanto se deixa a liberdade ser esmagada é a atitude MAIS PORCA que um governante pode tomar”.
 
Olavo de Carvalho é uma referência da extrema-direita e usa seus canais e cursos para negar a existência do coronavírus e espalhar notícias falsas, já tendo sua conta suspensa algumas vezes. 
 
O escritor não disse quem seriam os fiéis amigos que precisariam da defesa do presidente. Olavo passa por um período de turbulência financeira após 250 empresas dissociarem suas marcas de conteúdos publicados por Olavo. Ele chegou a perder cerca de 30% dos alunos que pagavam mensalidades de seus cursos por meio do PayPal, uma das empresas que baniu Olavo.

Em outubro, ele também foi condenado a pagar uma indenização de R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso, por propagar informações falsas contra o artista. 

Além disso, em resposta à mensagem do guru nas redes, seguidores de Olavo reclamam das prisões do blogueiro Oswaldo Eustáquio e da militante Sara Fernanda Giromini. Apoiadores de Bolsonaro, os dois foram detidos em situações diferentes. 

*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz (com agência)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade