Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Eleição em BH: 'Capitão Nascimento' apresenta programa de Áurea na TV

Wagner Moura tem dado apoio a candidatos do Psol, como Guilherme Boulos, concorrente em SP


28/10/2020 16:20 - atualizado 28/10/2020 16:36

Ator e diretor tem se empenhado em campanhas de candidatos das esquerdas.(foto: Netflix/Divulgação)
Ator e diretor tem se empenhado em campanhas de candidatos das esquerdas. (foto: Netflix/Divulgação)
Reconhecido internacionalmente por papéis como Capitão Nascimento em Tropa de Elite, o ator Wagner Moura “apresentou” o programa eleitoral televisivo de Áurea Carolina (Psol) nesta quarta-feira. Na peça, o artista opina sobre a deputada federal e demonstra a empolgação com a candidatura dela à Prefeitura de Belo Horizonte.
  
Áurea, para mim, é dos mais impressionantes sopros de renovação da nossa política. Tenho certeza que ela será uma extraordinária prefeita em Belo Horizonte”, diz ele.

Wagner aparece rapidamente. Seu vídeo logo é sobreposto por imagens de Áurea e seu vice, Leonardo Péricles (Unidade Popular), fazendo campanha pelas ruas da cidade. Ele permanece fazendo a locução. 

Apoio ao Psol

Historicamente ligado à esquerda, Wagner também gravou vídeo em apoio ao pessolista Guilherme Boulos, candidato a prefeito de São Paulo. A campanha do Psol paulistano utilizou expediente semelhante, tendo o ator como narrador de uma propaganda ilustrada por imagens dos componentes da chapa.

A Justiça Eleitoral, contudo, barrou a propaganda no início deste mês. A decisão do juiz eleitoral Guilherme Silva e Souza, da 2° Zona Eleitoral de São Paulo, acatou o argumento que o comercial viola a legislação eleitoral sobre propaganda gratuita, pois extrapola a limitação legal do tempo de aparição de apoiador na gravação, que é de 25% do tempo total de exibição, nos termos do artigo 54, da Lei 9.504/97.

"No caso em questão, a peça publicitária faz uso da presença de apoiador em aproximadamente a totalidade do tempo de exibição pertencente ao candidato, 16s do total de 17s, conforme mídia carreada aos autos pela representante, flagrante a violação à legislação eleitoral", disse a decisão.

O marqueteiro Chico Malfitani, responsável pelos programas de TV de Boulos, disse que seguiu o espírito da lei eleitoral ao usar a voz de Wagner Moura em "off" enquanto a imagem dos candidatos aparecia na tela.

"Entendo o espírito da lei, é correto, não pode substituir o candidato por um ator. Mas no nosso caso o Wagner foi o locutor e a imagem que aparecia na tela era de Boulos e Erundina. Nós temos apenas 17 segundos, nosso programa é sério. Voltamos ao tempo da censura?", indagou.

A denúncia foi apresentada por um advogado de Joice Hasselmann, que representa o PSL na disputa em São Paulo.

Áurea Carolina também tem pouco tempo de rádio e televisão. Ela possui 16 segundos em cada um dos dois blocos diários de 10 minutos.


Nilmário aposta em Lula; Paiva ‘recruta’ Zema


Candidato do PT, Nilmário Miranda tem veiculado inserções do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Nilmário foi meu ministro e sempre lutou pelos direitos do povo. Você sabe: na hora do ‘vamos ver’, quem defende você é o PT”, sustenta o líder do partido, em vídeo veiculado nesta quarta.

Em outras oportunidades, Nilmário recorreu ao representante da legenda na eleição presidencial de 2018, Fernando Haddad.

Rodrigo Paiva (Novo), por sua vez, tem utilizado o colega de partido Romeu Zema, que governa Minas Gerais desde o ano passado.

Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia
Primeiro turno de votação nas eleições 2020 será em 15 novembro. Confira nosso guia

Eleições 2020: como votar, datas e horários

O primeiro turno das eleições 2020 será em 15 de novembro e, caso seja necessário no seu município, o segundo turno será realizado em 29 de novembro de 2020. Nestas eleições, o horário de votação é das 7h às 17h. O horário entre 7h e 10h é preferencial para maiores de 60 anos.

Com as novas medidas diante da pandemia do coronavírus, preparamos um guia com tudo que você precisa saber para votar nas eleições 2020.

O que muda nas eleições 2020?

Muitas mudanças foram feitas pela Justiça Eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador durante o período eleitoral de 2020. Além disso, os eleitores também terão de se adaptar às novas normas para os dias de votação, como a abertura antecipada das seções eleitorais e as regras de higiene que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  


Como justificar o voto nas eleições 2020?

Os eleitores poderão optar por justificar o voto de três formas: 
  • No dia das eleições: o eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 7h às 17h. O eleitor deverá ter o número do título, um documento oficial de identificação e o formulário de justificativa preenchido.

  • Depois das eleições: preenchendo o formulário de justificativa em qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor em até 60 dias após a votação.

  • A justificativa também poderá ser feita no aplicativo e-Título.

Eleições 2020 em Belo Horizonte

Na capital mineira, 15 candidatos disputam as eleições para prefeito. Conheça quem são os candidatos e o perfil de cada na corrida rumo à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Já para vereador, Belo Horizonte conta com mais de 1,5 mil candidatos. Alguns apostaram em apelidos e codinomes bem inusitados para conseguir votos.



Para acompanhar a cobertura completa das eleições em BH, acesse nosso especial

Para saber mais sobre as Eleições 2020 em Minas Gerais, leia também a cobertura completa das eleições na Grande BH e nas regiões Centro-OesteLesteNorteSul de MinasTriângulo Mineiro e Zona da Mata.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade