Publicidade

Estado de Minas

'Tendência de todo mundo é chegar lá', diz Bolsonaro sobre morte de senador

O parlamentar morreu de complicações da COVID-19 nesta quarta-feira, mas o presidente não mencionou a doença


22/10/2020 20:38 - atualizado 22/10/2020 20:44

O senador era apoiador de Bolsonaro e, assim como o presidente, defensor da hidroxicloroquina e contrário ao isolamento social(foto: Facebook/ reprodução)
O senador era apoiador de Bolsonaro e, assim como o presidente, defensor da hidroxicloroquina e contrário ao isolamento social (foto: Facebook/ reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro lamentou, durante live realizada na noite desta quinta-feira (22/10), a morte do senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ). Sem citar a COVID-19, causa da morte do parlamentar, o chefe do Executivo lembrou a idade de Arolde. "Ele tava, se não me engano, com 83 anos de idade, e a tendência de todo mundo é chegar lá. Reze muito, cuide do seu corpo, que você vai chegar lá um dia. 
 
Por enquanto, não existe fonte da juventude. Então, meus sentimentos, que Deus conforte a família", afirmou, depois de lembrar que os dois trabalharam juntos quando deputados, e que o presidente o apoiou na campanha para o Senado
 
Arolde de Oliveira morreu nesta quarta-feira (22/10) em decorrência de complicações da COVID-19. O parlamentar, de 83 anos, estava internado por causa do vírus no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio de Janeiro, desde 11 de setembro. 
 
O senador era apoiador de Bolsonaro e, assim como o presidente, defensor da hidroxicloroquina e contrário ao isolamento social. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade