Publicidade

Estado de Minas MAIS UMA VÍTIMA

Defensor da cloroquina e crítico do isolamento social, senador Arolde de Oliveira morre de COVID-19

Aliado do presidente Bolsonaro, o senador estava internado desde o dia 5 de outubro


21/10/2020 21:39 - atualizado 21/10/2020 22:22

Ele é o primeiro parlamentar federal a morrer por complicações causadas pela COVID(foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Ele é o primeiro parlamentar federal a morrer por complicações causadas pela COVID (foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Morreu na noite desta quarta-feira (21), o senador Arolde de Oliveira (PSD), vítima do novo coronavírus. O parlamentar, de 83 anos, era um dos aliados do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro e criticou o isolamento social durante a pandemia. Além disso, defendia o uso da cloroquina para tratar pacientes dignosticados com a doença
 
A morte de Arolde de Oliveira foi anunciada pela assessoria do senador nas redes sociais. "Comunicamos que nesta noite (dia 21 de outubro) o Senhor Jesus recolheu para si nosso amado irmão, Senador Arolde de Oliveira. Falecido vítima de COVID e como consequência a falência dos órgãos. A família agradece o carinho e orações". 
 
 
 
Ele é o primeiro parlamentar federal a morrer por complicações causadas pela COVID-19. Arolde foi deputado federal por nove mandatos. Sua eleição para o Senado Federal foi concretizada após campanha em conjunto com Flávio Bolsonaro. O senador estava internado desde o dia 5 de outubro. Seu primeiro suplente, Portinho, de 46 anos, deverá assumir o mandato. 
 
Veja algumas das declações de Arolde: 
 
(foto: Twitter/Reprodução)
(foto: Twitter/Reprodução)
 
 
(foto: Twitter/Reprodução)
(foto: Twitter/Reprodução)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade