Publicidade

Estado de Minas LIVE COM BOLSONARO

'Um manda, outro obedece', diz Pazuello após Bolsonaro desautorizar compra de vacina chinesa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, gravaram uma live juntos nesta quinta-feira (22)


22/10/2020 15:48 - atualizado 22/10/2020 16:32

General Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro(foto: Redes Sociais/Reprodução)
General Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, gravaram uma live juntos nesta quinta-feira (22). Durante a transmissão ao vivo, Pazuello afirmou entender o lado do presidente após ele desautorizar a decisão da compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra COVID-19 produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. “Um manda e o outro obedece", brincou Pazuello.
 
 
 
"Falavam que estávamos brigados, no meio militar é comum ocorrer isso aí", disse Bolsonaro sobre a decisão. De acordo com ele, Pazuello um dos "melhores que tivemos na Saúde" e seu trabalho é "excepcional".
 
A notícia da compra tinha sido dada pelo ministro da Saúde em reunião com os governadores na terça-feira (20). Apesar disso, Bolsonaro afirmou não ter autorizado a compra do ministro. Ele justificou a decisão afirmando que "o povo brasileiro não será cobaia de ninguém"

Nas redes sociais, Bolsonaro chamou a vacina de 'chinesa de João Dória', e afirmou que, 'antes de ser disponibilizada à população, (a eficácia), deverá ser comprovada cientificamente pelo Ministério da Saúde e certificada pela Anvisa'.

Após as falas do presidente, governadores reagiram à situação e ameaçaram ir até o STF.

Coronavírus


Durante a live desta quinta-feira, o ministro que está contaminado pela COVID-19, aparece sem máscara ao lado do presidente. Bolsonaro também já contraiu o vírus. 

Ao falar sobre o estado de saúde do ministro, Bolsonaro diz que ele voltará ao “batente” na próxima semana. Em tom de brincadeira, Pazuello respondeu que “estão dizendo que não, né?”.

Pazuello contou que sentiu cansaço, dor de cabeça e febre, mas disse que está melhor. Ele afirmou que tomou hidroxicloroquina, o vermífugo annita e azitromicina.
 
*Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade