Publicidade

Estado de Minas Preconceito

Ministro da Educação associa homossexualidade a famílias desajustadas

Milton Ribeiro afirmou que muitos adolescentes "optam por ser gay porque nunca estiveram com uma mulher de fato, com um homem de fato" e pela falta de atenção do pai e da mãe


24/09/2020 10:33 - atualizado 24/09/2020 11:53

Ministro da Educação Milton Ribeiro é pastor presbiteriano(foto: Flickr)
Ministro da Educação Milton Ribeiro é pastor presbiteriano (foto: Flickr)

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou, a despeito do que diz a ciência, que a homossexualidade é consequência de  "famílias desajustadas".

A declaração do ministro da Educação do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está em uma entrevista ping-pong (pergunta e resposta) dada ao jornal o Estado de S. Paulo, desta quinta-feira (24).

''Tem muita gente que não é evangélico que também não aceita isso. É uma pauta da sociedade mais conservadora''



"Acho que o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo (sic) tem um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas. Falta atenção do pai, falta atenção da mãe. Vejo menino de 12, 13 anos optando por ser gay, nunca esteve com uma mulher de fato, com um homem de fato e caminha por aí. São questões de valores e princípios", avalia Ribeiro.

Pastor plesbiteriano, Ribeiro está no comando do MEC há dois meses e, pare ele, a educação sexual nas escolas deve se restrita.

''A biologia diz que não é normal a questão de gênero. A opção que você tem como adulto de ser um homossexual, eu respeito, não concordo''



"Existem temas que podem ser tocados para evitar que uma criança seja molestada. Mas não o outro lado que é uma erotização das crianças. Tem vídeo que corre na internet das meninas aprendendo a colocar uma camisinha com a boca", afirmou o ministro.

O vídeo citado por Milton Ribeiro foi feito dentro de uma universidade da Bahia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade