Publicidade

Estado de Minas INCÊNDIO NO PANTANAL

Fumaça obriga avião de Bolsonaro a arrementer no Mato Grosso

Segundo administradora do aeroporto em Sinop, no Mato Grosso, havia muita fumaça no momento do pouso


18/09/2020 12:23 - atualizado 18/09/2020 12:57

Presidente Jair Bolsonaro ao desembarcar em Sinop, no Maro Grosso do Sul(foto: Divulgação)
Presidente Jair Bolsonaro ao desembarcar em Sinop, no Maro Grosso do Sul (foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sua comitiva passaram um susto nesta sexta-feira durante pouso da avião presidencial em Sinop, no Mato Grosso.

Bolsonaro contou a repórteres que acompanham a visita presidencial ao estado que o piloto precisou arremeter a aeronave (levantar voo após procedimentos para aterrissar) devido à condições de visibilidade. “ Não estava muito boa”, relatou o presidente.



De acordo com a administradora do aeroporto de Sinop havia fumaça no momento do pouso e o piloto não tinha 100% de visibilidade da pista. A aterrissagem da comitiva só ocorreu após a segunda tentativa.

O estado vive uma série de incêndios sem precedentes no Pantanal. Conforme o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), desde 1998, o mês de setembro avança a passos largos para se tornar o mais devastador em número de incêndios no Pantanal.

O presidente não admite esse dados que são oficiais. Segundo Bolsonaro, há ‘’críticas desproporcionais’’ em se tratando de incêndios no Pantanal e na Amazônia.

Agenda Oficial

O presidente está no Mato Grosso para visitar uma usina de etanol de milho, participar da entrega de títulos de propriedade rural e acompanhar o início do plantio da soja em uma fazenda.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade