Publicidade

Estado de Minas 100.000 ÓBITOS

Bolsonaro chama TV Globo de 'covarde' por críticas

No sábado à noite, pouco depois da divulgação do último balanço oficial, a TV Globo iniciou o Jornal Nacional com um largo editorial em que criticou a gestão da pandemia do coronavírus pelo presidente


09/08/2020 18:49 - atualizado 09/08/2020 19:16

(foto: Marcos Corrêa/PR)
(foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro chamou neste domingo (9) de "covarde" a TV Globo por culpá-lo pelos mais de 100.000 óbitos provocados pela COVID-19 no país.


"De forma covarde e desrespeitosa aos 100.000 brasileiros mortos, essa TV festejou essa data no dia de ontem, como uma verdadeira final da Copa do Mundo, culpando o Presidente da República por todos os óbitos", afirmou o presidente no Twitter.


No sábado à noite, pouco depois da divulgação do último balanço oficial, a TV Globo iniciou o Jornal Nacional com um largo editorial em que criticou a gestão da pandemia do coronavírus pelo presidente Bolsonaro, relembrando um artigo da Constituição que garante que "a saúde é um direito de todos e um dever do Estado" e questionando se o mandatário cumpriu com seu dever.


Na mensagem no Twitter deste domingo, Bolsonaro escreveu que "A desinformação mata mais até que o próprio vírus".


"O tempo e a ciência nos mostrarão que o uso político da COVID por essa TV trouxe-nos mortes que poderiam ter sido evitadas", completou.


Desde o início da pandemia no Brasil, em março, Bolsonaro se opôs às medidas de distanciamento social, classificou a COVID-19 de "gripezinha" e promoveu ativamente o uso da hidroxicloroquina, um medicamento cuja eficácia contra o coronavírus não foi cientificamente comprovada.


"Temos a consciência tranquila. Com os meios que temos, podemos realmente dizer que fizemos o possível e o impossível para salvar vidas", se defendeu Bolsonaro na quinta-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade