Publicidade

Estado de Minas INTERFERÊNCIA NA PF

STF pede que PGR se manifeste sobre pedido da PF de ouvir Bolsonaro

Celso de Mello, decano do Supremo, é o relator de um inquérito que investiga se o presidente tentou interferir na Polícia Federal


postado em 26/06/2020 20:00

Celso de Mello solicitou que PGR se manifeste sobre o pedido da Polícia Federal para ouvir o presidente Jair Bolsonaro(foto: Fellipe Sampaio/SCO/ST)
Celso de Mello solicitou que PGR se manifeste sobre o pedido da Polícia Federal para ouvir o presidente Jair Bolsonaro (foto: Fellipe Sampaio/SCO/ST)
O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou que a Procuradoria Geral da República (PGR) se manifeste sobre o pedido da Polícia Federal para ouvir o presidente Jair Bolsonaro no âmbito do inquérito que investiga se o chefe do Executivo tentou interferir na corporação.

Na solicitação, Celso de Mello não estabelece prazo para que ocorra manifestação da PGR. O inquérito é baseado em declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que ao deixar o cargo afirmou que Bolsonaro tentou obter acesso a relatórios de inteligência.

O presidente também teria tentado trocar o superintendente da corporação no Rio de Janeiro, e o próprio diretor-geral da PF, de acordo com Moro. Bolsonaro nega as acusações. O presidente chegou a nomear Alexandre Ramagem para comandar a instituição. Mas o ato foi barrado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo.

O presidente deve prestar depoimento nos próximos dias, e a expectativa é a de que isso ocorra por escrito, em razão das prerrogativas concedidas em razão do cargo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade