Publicidade

Estado de Minas PROTESTO

Bolsonaristas fazem carreata em BH e são pressionados por manifestantes contra o governo

Apoiadores do presidente saem contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil


postado em 31/05/2020 12:18 / atualizado em 31/05/2020 13:17

Bolsonaristas se concentraram na Praça da Liberdade(foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
Bolsonaristas se concentraram na Praça da Liberdade (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)

Um grupo de apoiadores do Presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), saiu em carreata na manhã deste domingo (31) e se encontrou com manifestantes contrários ao governo que gritavam “fora Bolsonaro”. 

Os “bolsonaristas”, como são conhecidos os apoiadores do presidente, protestam contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e também contra o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), que defende as medidas de isolamento social.

A carreata estava prevista para sair às 10h da Praça do Papa, na Região Centro-Sul da capital. Em um vídeo publicado nas redes sociais, um dos apoiadores do presidente conta que na Avenida Afonso Pena eles foram pressionados por militantes “Fora Bolsonaro” e tiveram que mudar o trajeto.



Usuários do Twitter também comentam a favor e contra os protestos. “Que carreata é esta agora em BH? Esse povo não cansa de passar vergonha não?”, disse um dos internautas.

Na Avenida Augusto de Lima, no Centro de BH, manifestantes vestidos de preto gritavam mensagens contra o presidente.



“A esquerdalha mandou 200 sem o que fazer, vestidos de preto para tentar avacalhar a mega carreata pró democracia em BH. Tivemos que alterar nosso percurso mas a carreata está gigante! Maravilhosa! Emocionante! Tudo pelo Brasil”, comentou outro usuário da rede social.

Por volta das 12h, os bolsonaristas se concentraram na Praça da Liberdade. Líderes do movimento reforçavam dizeres contra a imprensa.

Ver galeria . 13 Fotos Bolsonaristas se concentram na Praça da Liberdade em apoio ao presidente e contra o STF, a imprensa e Alexandre KalilLeandro Couri/EM/D.A. Press
Bolsonaristas se concentram na Praça da Liberdade em apoio ao presidente e contra o STF, a imprensa e Alexandre Kalil (foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press )


De cima do trio elétrico, o engenheiro civil aposentado Cipriano Oliveira, de 65 anos, disse que os protestantes tiveram que encurtar a carreata – que tinha um trajeto previsto de 8 quilômetros – para apenas 2 quilômetros por causa dos manifestantes contra o governo.

“Hoje fizemos aqui um ato republicano, patriótico, civil, protegido pela Constituição, porém, infelizmente, devido a alguns bandidos cercarem vários pontos, eles já sabiam onde nós íamos passar, tivemos que desviar nossa carreata. Querem cercear nossa liberdade”, comenta.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade