Publicidade

Estado de Minas REUNIÃO MINISTERIAL

Weintraub fica em silêncio durante depoimento sobre declaração contra STF

O depoimento do ministro ocorreu pela manhã, antes mesmo de uma decisão do STF sobre o habeas corpus preventivo que pedia sua suspensão


postado em 29/05/2020 16:36 / atualizado em 29/05/2020 17:06

Abraham Weintraub, ministro da Educação(foto: Marcelo Camargo/Age%u0302ncia Brasil)
Abraham Weintraub, ministro da Educação (foto: Marcelo Camargo/Age%u0302ncia Brasil)
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, prestou depoimento nesta sexta-feira, 29, para explicar declarações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) feitas em uma reunião ministerial. "Botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF", disse Weintraub.

O ministro da Corte, Alexandre de Moraes, viu indícios de prática de delitos como difamação, injúria e crime contra a segurança nacional e havia dado cinco dias para que ele prestasse depoimento à PF no âmbito do inquérito das fake news. Weintraub compareceu na condição de investigado.

O Estadão apurou que o ministro ficou em silencio.

O depoimento do ministro ocorreu pela manhã, na sede da pasta, antes mesmo de uma decisão do STF sobre o habeas corpus preventivo que pedia sua suspensão. No documento, assinado pelo ministro da Justiça, André Mendonça, argumentou que o colega de governo poderia sofrer limitação em seu direito de liberdade em consequência desse ato.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade