Publicidade

Estado de Minas 'VAMOS TRABALHAR'

No fim de março, Bolsonaro incentivou moradores de Manaus a saírem às ruas

Vídeo de 27 de março mostra apoio do presidente a moradores do Amazonas para saírem às ruas


postado em 30/04/2020 20:25 / atualizado em 30/04/2020 21:07

Por vídeo, Bolsonaro incentivou manifestação em Manaus(foto: Reprodução)
Por vídeo, Bolsonaro incentivou manifestação em Manaus (foto: Reprodução)
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), incentivou, no fim de março, moradores de Manaus a saírem às ruas durante a pandemia da COVID-19. Por meio de uma chamada de vídeo, Bolsonaro insuflava as pessoas a saírem do isolamento social. “É isso aí, vamos trabalhar”, dizia o presidente.

O vídeo, divulgado pelo Uol, foi gravado no dia 27 de março durante uma carreata organizada por empresários da capital amazonense. Bolsonaro foi contatado pelo celular por Alfredo Menezes, superintendente da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) e coronel da reserva do Exército, que saiu do carro e exibiu o telefone.

Imagens divulgadas na internet mostram que o presidente vestia a camisa do Atlético. Bolsonaro tem, por hábito, vestir camisas de clubes em aparições públicas.

O Amazonas é um dos estados mais castigados pelo coronavírus, com 425 óbitos e 5.254 casos confirmados. O estado vive um colapso no sistema de saúde e já tem 96% dos leitos para pacientes da COVID-19 ocupados. Além da escassez de leitos, faltam equipamentos e mão de obra. Na capital, aparelhos têm sido improvisados e contêineres frigoríficos utilizados para comportar corpos e ambulâncias têm servido de locais de "internação" para pacientes que não conseguem dar entrada em hospitais.

Com aumento no número de mortes e o risco de colapso também no sistema funerário, Manaus tem uma média de 100 sepultamentos por dia, inclusive com enterros realizados durante a noite. Na última semana, caixões chegaram a ser empilhados em uma vala comum no Cemitério Nossa Senhora de Aparecida, o principal da cidade.

Camisa do Atlético

A camisa do Galo que Bolsonaro aparece usando pode ter sido um presente que ele recebeu do presidente do Atlético, Sérgio Sette CâmaraEm dezembro do ano passado, o dirigente alvinegro e seu filho, Serginho Sette Câmara, piloto de automobilismo se encontraram com o presidente da República em Brasília. A visita foi promovida pelo deputado federal Fábio Ramalho (MDB-MG) e, na ocasião, Bolsonaro recebeu um kit do Atlético.

Na reunião, Serginho conversou com Bolsonaro sobre automobilismo e sua carreira. “Hoje tive a honra de ser recebido pelo presidente Jair Bolsonaro. Levei uma réplica do meu capacete e conversamos sobre o Brasil, automobilismo e a minha carreira. Só tenho a agradecer pela atenção e o tempo!”, publicou o jovem piloto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade