Publicidade

Estado de Minas COVID-19

O que esperar da primeira reunião de Teich no G20

O encontro por videoconferência acontece neste domingo


postado em 19/04/2020 04:00 / atualizado em 19/04/2020 07:44

O oncologista Nelson Teich, que assumiu o Ministério da Saúde na sexta-feira, ainda não detalhou as medidas que pretende tomar (foto: JULIO NASCIMENTO/PR)
O oncologista Nelson Teich, que assumiu o Ministério da Saúde na sexta-feira, ainda não detalhou as medidas que pretende tomar (foto: JULIO NASCIMENTO/PR)
Brasília - O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, vai participar hoje de videoconferência com chefes da área dos países do G20 para discutir o impacto da COVID-19. Será a primeira vez que o oncologista, que tomou posse no cargo na sexta-feira, representará o Brasil em reunião da cúpula. A princípio, estava prevista a participação do agora ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, demitido pelo presidente Jair Bolsonaro. Os dois divergiram por semanas sobre a estratégia para combate ao coronavírus.

Entre os principais assuntos o grupo debaterá a prestação de cuidados de saúde e incentivo a soluções digitais para a coordenação global. No mês passado, em reunião extraordinária, os líderes determinaram que os países compartilhassem as melhores práticas nacionais para desenvolver um pacote de ações urgentes para combate à pandemia de forma conjunta.

Desde a posse, na manhã de sexta-feira, Nelson Teich não concedeu entrevista coletiva para detalhar quais serão suas ações à frente da pasta. Também não houve coletiva do ministério. Embora tenha demonstrado alinhamento com o discurso do presidente Jair Bolsonaro, ele não informou se pretende mesmo flexibilizar o isolamento para garantir a reabertura do comércio, sempre defendida pelo presidente da República.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade