Publicidade

Estado de Minas

Padrinho de casamento de Flávio Bolsonaro é nomeado secretário de Esporte

Esta é a terceira vez que Bolsonaro troca o secretário especial do Esporte desde o início do seu mandato


postado em 28/02/2020 14:43 / atualizado em 28/02/2020 14:49

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro promoveu mais uma mudança na chefia da Secretaria Especial do Esporte, órgão vinculado ao Ministério da Cidadania, e nomeou para o posto Marcelo Reis Magalhães, que já exercia o cargo em comissão de diretor do Escritório de Governança do Legado Olímpico. Marcelo é padrinho de casamento do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), um dos filhos do presidente da República.
 
Esta é a terceira vez que Bolsonaro troca o secretário especial do Esporte desde o início do seu mandato. O primeiro foi Marco Aurélio Costa Vieira, que acabou exonerado em 18 de abril do ano passado. No seu lugar, assumiu o general Décio Brasil. A exoneração dele e a nomeação de Marcelo Reis Magalhães foram publicadas no Diário Oficial da União desta sexta-feira (28/2).

Além de Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, assinou os atos de nomeação e exoneração. Esta foi uma das primeiras mudanças promovidas por ele desde que assumiu a pasta, há duas semanas, no lugar do deputado federal Osmar Terra (MDB-RS).
 

Prática esportiva

 

De acordo com a página oficial da Secretaria Especial do Esporte, Marcelo assumirá a função de assessorar o Ministério da Cidadania na supervisão e coordenação da política nacional de desenvolvimento da prática esportiva. O novo secretário especial também terá o dever de garantir o desenvolvimento de políticas e incentivos para o esporte de alto rendimento.

 

O Bolsa Atleta, a Lei de Incentivo ao Esporte, o programa Segundo Tempo, o Forças no Esporte, a gestão do legado olímpico e controle de dopagem estão entre os projetos e atribuições mais conhecidos da pasta. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade