Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Carlos Bolsonaro pede licença não remunerada da Câmara do Rio

Licença é publicada um dia depois de o filho do presidente Jair Bolsonaro afirmar que ''por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos''


postado em 10/09/2019 11:13 / atualizado em 10/09/2019 11:39

(foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO)
(foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO)

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho "02" do presidente Jair Bolsonaro, pediu licença não remunerada na Câmara Municipal do Rio. O motivo não foi informado, assim como o prazo em que o vereador ficará ausente do Legislativo Municipal. A licença foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira, 10.

Segundo informações da assessoria da Câmara, a medida está prevista no artigo 11 do regimento interno. Carlos Bolsonaro poderá ficar ausente por até 120 dias. O suplente só será convocado em caso de licença superior a esse período.

Conhecido pela avidez no uso das redes sociais, Carlos Bolsonaro causou mais uma polêmica no Twitter na noite de segunda-feira, 9. Em uma de suas postagens, ele escreveu que "por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos".


Publicidade