Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro ao sinalizar veto a bagagem grátis: 'Eles (o PT) gostam de pobre'

O presidente disse também querer ouvir a opinião de seus seguidores sobre o assunto, mas que a decisão estaria praticamente tomada


postado em 31/05/2019 11:42 / atualizado em 31/05/2019 15:01

Durante a declaração, ele estava acompanhado de duas parlamentares do PSL(foto: Isac Nóbrega/PR)
Durante a declaração, ele estava acompanhado de duas parlamentares do PSL (foto: Isac Nóbrega/PR)
Ao afirmar que a tendência é vetar o dispositivo que determinou a gratuidade no despacho de bagagens aéreas em voos operados dentro do país, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que quem gosta de pobre é o PT. "(Para eles) quanto mais pobre tiver melhor", justificou ele, durante a transmissão semanal ao vivo em sua página no Facebook, nessa quinta-feira (30/5).


"A minha tendência é vetar. Não é pelo autor ser do PT não, se bem que é um indicativo. Os caras são socialistas, comunistas, são estatizantes. Eles gostam de pobre, quanto mais pobre tiver melhor", disse o presidente em meio a risadas. Durante a declaração, ele estava acompanhado de duas parlamentares do PSL: a deputada federal Aline Sleutjes (PR) e a senadora Soraya Thronicke (MS). Ele afirmou que vai ser muito criticado por tomar essa decisão.

O presidente disse também querer ouvir a opinião de seus seguidores sobre o assunto, mas que a decisão estaria praticamente tomada. "Daí eles falam que quando lá atrás passou a cobrar, não diminuiu [o preços das passagens]. Mas, naquela época, por coincidência, aumentou o preço do petróleo lá fora, o dólar variou também de preço. E, não adianta, no final das contas, você vai pagar a conta. No momento, eu digo para vocês, estou convencido, [mas] posso mudar, a vetar o dispositivo", conclui.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade