Publicidade

Estado de Minas

Justiça do Paraná autoriza transferência de Eduardo Cunha para o Rio

Autoridades do Rio já haviam informado a disponibilidade de vaga para alocação no estado e aguardavam posição da Justiça paranaense para receber o ex-presidente da Câmara


postado em 29/05/2019 16:49 / atualizado em 29/05/2019 16:53

(foto: Luis Nova/CB/D.A Press)
(foto: Luis Nova/CB/D.A Press)

A Justiça Federal do Paraná autorizou a transferência do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para um presídio no Rio de Janeiro. Atualmente, Cunha cumpre pena no Complexo Médico de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A decisão foi publicada no sistema da Justiça na tarde desta quarta-feira (29).

Cunha está preso desde 2016, condenado, no âmbito da Lava-Jato, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ele recebeu uma pena de 14 anos e seis meses de prisão. A transferência ocorre a pedido da defesa.

O ex-deputado também manifestou o desejo de ser alocado em Brasília, solicitação que foi negada pelo ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça. À espera No mês passado, a juíza Luciani Maronezi, da 2ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, solicitou que a Justiça do Rio informasse se havia vaga no estado para o detento.

A resposta positiva ocorreu no último dia 23. No entanto, era necessária ainda uma autorização das autoridades do Paraná para que a mudança de local para cumprimento da pena fosse concretizada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade