Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Juíza dá a Temer até 17h desta quinta-feira para se entregar

Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2) decidiu nesta quarta-feira, 8, que Temer e coronel da reserva da Polícia Militar paulista João Baptista Lima Filho sejam presos novamente


postado em 09/05/2019 13:23 / atualizado em 09/05/2019 14:47

(foto: ALEX SILVA/ESTADAO CONTEUDO)
(foto: ALEX SILVA/ESTADAO CONTEUDO)

A juíza federal substituta da 7ª Vara do Rio de Janeiro, Caroline Figueiredo, concedeu ao ex-presidente Michel Temer a possibilidade de se apresentar espontaneamente até às 17h desta quinta-feira, dia 9. Se até lá o ex-presidente não se entregar, a Polícia Federal vai prendê-lo. 

O ex-presidente, no entanto, deixou a sua residência, no Bairro de Pinheiro, na capital paulista, por volta das 14h40 e é esperado na sede da Polícia Federal, em São Paulo. 

"Concedo a oportunidade de se apresentarem espontaneamente à Autoridade Policial Federal mais próxima dos seus domicílios até às 17:00 horas de hoje. Decorrido in albis esse prazo, determino que os mandados de prisão sejam imediatamente cumpridos pela Polícia Federal, atentando-se, quanto ao uso de algemas, para o disposto na Súmula Vinculante 11 do Supremo Tribunal Federal", escreveu a magistrada.

O Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2) decidiu nesta quarta-feira, 8, que Temer e coronel da reserva da Polícia Militar paulista João Baptista Lima Filho sejam presos novamente. O julgamento ocorreu na 1.ª turma do TRF-2, e a prisão foi definida por 2 votos a 1.

No final da noite, Temer disse que vai se apresentar nesta Quinta-feira à Justiça e recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade