Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Indicação para líder é reconhecimento da minha capacidade de articular, diz Joice


postado em 26/02/2019 13:25

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) disse nesta terça-feira, 26, que a indicação de seu nome para o cargo de líder do governo na Câmara, posto hoje ocupado pelo deputado Major Vitor Hugo, é um reconhecimento à sua capacidade de interlocução com seus pares na casa.

Inicialmente a deputada tentou sair pela tangente, alegando que falar sobre sua indicação era assunto de competência do presidente Jair Bolsonaro, mas acabou dizendo que seu nome teria sido indicado pelos presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), respectivamente, porque entenderem eu seu nome é consenso entre eles.

"Me senti, obviamente, muito feliz. Sou deputada de primeiro mandato, mas tenho ajudado a desenrolar alguns problemas graves, alguns problemas sérios dentro da Câmara. E essa capacidade de articulação, de conversar com os líderes, de trazer os representantes das bases para conversas em especial em torno da Previdência fez com que tanto Rodrigo quanto Davi tivessem a mesma opinião", disse a deputada a jornalistas depois de participar do 20º CEO Conference, do BTG Pactual, em São Paulo.

Perguntada se a indicação de seu nome para o cargo de líder do governo não alteraria a dinâmica dentro do PSL em face de sua desavença com o senador Major Olímpio, Joice disse que não tem relações políticas diárias com Olímpio, dado que ela está na Câmara e o Major no Senado.

"Eu estou na Câmara e o Major Olímpio no Senado. Não tenho relações politicas diárias com ele. Minha relação com Olímpio segue como está. Cada um no seu canto e fazendo seu trabalho", disse a deputada, acrescentando que a relação entre os dois não é boa, mas que já foi pior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade