Publicidade

Estado de Minas

Justiça determina a agentes de segurança o pagamento de multa de R$ 50 mil por interrupção da MG-010; pistas já foram liberadas

Agentes de segurança bloquearam a rodovia, nos dois sentidos, em protesto contra o parcelamento do 13º e dos salários


postado em 22/02/2019 20:42 / atualizado em 22/02/2019 20:54

Os manifestantes fecharam os dois sentidos da MG-010 durante cerca de duas horas(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Os manifestantes fecharam os dois sentidos da MG-010 durante cerca de duas horas (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

A Justiça determinou o pagamento de uma multa de R$ 50 mil cada hora de interrupção no trânsito da MG-010 pelos agentes de segurança pública que bloqueiam o rodovia nos dois sentidos. De acordo com o governo mineiro, os manifestantes foram notificados da decisão às 13h, quando teve início o movimento na Praça da Estação, no centro da capital. 

 

Por volta das 18h30 eles fecharam a MG010 e só liberaram duas horas depois. Ainda segundo o governo, será apurado o montante para execução do processo. A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias. 

 

Policiais civis, militares, bombeiros, agentes penitenciários e socioeducativos fazem um protesto no local contra o parcelamento dos salários e do 13º salário de 2018.


Durante a tarde, o governador Romeu Zema (Novo) se reuniu com parlamentares representantes da categoria e apresentou a proposta de quitar o abono de Natal até junho – sendo 80% até maio e o restante no mês seguinte.

Ontem a primeira parcela do benefício foi paga para todos os servidores. A categoria, no entanto, rejeitou a proposta e optou por permanecer no local. Em nota divulgada na noite desta sexta-feira, Romeu Zema disse que fez questão de receber os representantes do movimento para escutar as demandas e explicar a situação financeira do estado.

“No acordo proposto para antecipar o pagamento do 13º salário para a categoria, o governador Romeu Zema solicitou aos organizadores que a manifestação não afetasse a população, principalmente o direito de ir e vir. No entanto, este combinado foi quebrado pelos manifestantes, que fecharam a rodovia MG-10”, diz a nota.


Publicidade