Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Lava-Jato está tirando País das mãos de quem o destruía, diz Bolsonaro

Presidente eleito comentou as ações e prisões feitas pela Polícia Federal nos últimos dias


postado em 29/11/2018 14:08 / atualizado em 29/11/2018 14:35

(foto: Valter Campanato/Agencia Brasil )
(foto: Valter Campanato/Agencia Brasil )

Após a prisão do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), o presidente eleito da República, Jair Bolsonaro (PSL), manifestou apoio à Operação Lava-Jato. Pelo Twitter, Bolsonaro afirmou que a operação "está tirando o país das mãos dos que estavam destruindo-o".

"Os que hoje se colocam contra ou relativizam a Lava-Jato, estão também contra o Brasil e os brasileiros. Todo apoio à operação que está tirando o País das mãos dos que estavam destruindo-o!", escreveu o presidente eleito.

Pezão foi preso na manhã desta quinta no âmbito da Operação Boca de Lobo, braço da Lava-Jato na capital fluminense, que atribui ao emedebista mensalão de R$ 150 mil e propinas de R$ 39 milhões em espécie, entre 2007 e 2014 - período em que exerceu o cargo de vice-governador na gestão de Sérgio Cabral, preso pela Lava Jato desde novembro de 2016.

Também pelo Twitter, um dos filhos de Bolsonaro, o senador eleito Flavio Bolsonaro, afirmou que foi um dos primeiros deputados estaduais do Rio a defender o impeachment de Pezão. "Desde 2016 alerto para as consequências da corrupção e incompetência do governador Pezão", escreveu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade