Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Delator que levou Pezão à prisão reafirma 'compromisso com a verdade'


postado em 29/11/2018 11:36

A defesa de Carlos Miranda, apontado como operador financeiro do esquema de corrupção atribuído ao ex-governador Sergio Cabral (MDB), reafirmou o compromisso do colaborador de dizer toda a verdade, ratificando os termos de sua delação como sendo "expressão da verdade".

A afirmação do delator foi dada por meio de Daniel Raizman e Fernanda Freixinho, seus advogados. A defesa do Miranda diz ainda que sua delação é baseada em tudo que ele vivenciou na época que colaborava com o governo do Estado do Rio de Janeiro.

O governador do Rio Luiz Fernando Pezão (MDB) foi preso nesta quinta-feira, 29, pela Polícia Federal, no Palácio Laranjeiras, sede do Governo do Estado. A PF e a Procuradoria-Geral da República afirmam que Pezão "assumiu" o esquema criminoso instalado no governo do Rio após a prisão de Cabral.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade