Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Bolsonaro diz que presidente do PSL vai avaliar convite da China


postado em 20/11/2018 17:35

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse, nesta terça-feira, 20, que o presidente do PSL, Luciano Bivar, será responsável por avaliar o convite do Partido Comunista da China para que dez integrantes da legenda viagem ao país com todas as despesas pagas.

O objetivo seria fazer um "intercâmbio de experiências de governança e cooperações pragmáticas entre os partidos". Bolsonaro afirmou, ainda, que não sabe se os integrantes do PSL poderiam ir porque muitos dos integrantes do seu partido "são novos, não têm passaporte e são pobres".

Economia

Ao ser questionado sobre a possibilidade de pedir ao presidente Michel Temer que antecipe a indicação de Roberto Campos Neto como presidente do Banco Central, no lugar de Ilan Goldfajn, Bolsonaro disse que precisa avaliar a questão com o seu futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade