Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Belivaldo lidera corrida ao governo de Sergipe


postado em 28/10/2018 17:53

O candidato do PSD, Belivaldo Chagas, lidera a disputa no Sergipe. Com 5,12% das urnas apuradas, Belivaldo tem 65,35% dos votos. O segundo colocado, Valadares Filho (PSB), tem 34,65% dos votos.

Belivaldo votou, neste domingo, 28, no município de Simão Dias, Centro Sul de Sergipe. O pesebista Valadares Filho, por sua vez, votou em Aracaju, acompanhando da vice-candidata Silvia Fontes (PDT) e da mãe, Ana Luiza Valadares.

Após votar, Valadares disse aos jornalistas que não acreditava no resultado das pesquisas. "Acredito muito mais no voto direto, no voto livre e democrático dos sergipanos. Nós vamos ganhar esta eleição", garantiu. Apesar do otimismo, os números apontam o contrário. Pesquisa divulgada pelo Ibope, no sábado, indica que Belivaldo tem 61% da preferência do eleitorado, enquanto Valadares tem 39%. Mas, para Valadares, "o sentimento do povo sergipano é de mudança".

Coordenador das eleições no Estado, Marcelo Gerad do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) afirmou que a votação foi tranquila. "Agora no 2º turno o tempo de votação foi bastante reduzido. O TRE está satisfeito com o resultado da execução do planejamento para as eleições." O TRE-SE informou que até às 16h deste domingo (28), 103 urnas eletrônicas foram substituídas em Sergipe.

Ao menos cinco pessoas foram detidas em Sergipe, de acordo com a Polícia Militar: duas no município de Aquidabã, duas em São Cristóvão e uma em Nossa Senhora do Socorro.

Primeiro turno

Belivaldo Chagas chegou ao segundo turno depois de conquistar o primeiro lugar no primeiro turno das eleições, em 7 de outubro, com 40,84% dos votos válidos. Valadares Filho recebeu 21,49% dos votos válidos e chegou para o segundo turno depois de uma acirrada disputa com Eduardo Amorim (PSDB), que terminou em terceiro, com 20,50%.

Sergipe tem população estimada de 2,3 milhões de habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A renda mensal per capita do Estado é de R$ 834 e seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.665, somente o 18º Estado em comparação com as outras unidades federativas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade