Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Dois mesários morrem após enfarte no Rio de Janeiro

Embora o trabalho nas seções eleitorais esteja tranquilo, segundo o TRE-RJ, os dois convocados para atuar na eleição sentiram-se mal durante o horário de votação


postado em 28/10/2018 15:34 / atualizado em 28/10/2018 15:44

Dois mesários morreram neste domingo, 28, no Rio de Janeiro após passarem mal durante o processo de votação.

João Carlos Felix teve um enfarte fulminante na manhã deste domingo, 28, em uma zona eleitoral de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

 

No início da tarde, Andreia Cristina Duarte Gouveia, de 51 anos, passou mal em uma seção eleitoral no Tijuca Tênis Clube, na Zona Norte da capital. Ela foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) próxima à seção, onde morreu. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), ela também teve um enfarte.

"Eu gostaria de aproveitar a oportunidade e em nome do TRE-RJ prestar nossos sentimentos às famílias desses mesários que estavam ali num momento tão importante para a cidadania", disse a diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão.

O Estado do Rio de Janeiro teve 111 urnas substituídas até agora, o que equivale a 0,003% do total do Estado. A maior parte - 57 urnas - estavam em seções na capital. Segundo a diretora do TRE-RJ, não há nenhum caso de prisão registrado até agora. A votação está mais rápida do que no primeiro turno e as seções eleitorais estão sem fila.

"O processo está muito tranquilo. Temos registro de uma ligação para a central telefônica a cada 3 minutos. Isso é muito pouco", disse Adriana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade