Publicidade

Estado de Minas

Kalil extingue Secretaria Municipal de Governo após exonerar Paulo Lamac

Por meio de nota, a Prefeitura informou que 'as competências serão divididas entre as secretarias já existentes, sem a necessidade de novas nomeações'


postado em 10/10/2018 15:28 / atualizado em 10/10/2018 15:37

A decisão foi anunciada na tarde desta quarta-feira(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
A decisão foi anunciada na tarde desta quarta-feira (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)

Depois de exonerar o vice-prefeito Paulo Lamac (Rede) do cargo de secretário de Governo e mais de 100 pessoas ligadas a ele, o prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) encerrou as atividades da Secretaria Municipal de Governo. O encerramento foi anunciado na tarde desta quarta-feira pela administração municipal.

Por meio de nota, a Prefeitura informou que “as competências serão divididas entre as secretarias já existentes, sem a necessidade de novas nomeações”. Mais cedo, a administração municipal já tinha informado que Paulo Lamac, por designação do prefeito Kalil, vai representá-lo nas solenidades comemorativas dos 15 anos da Guarda Municipal. O evento está marcado para o início da noite na Praça da Estação.

As mudanças na prefeitura aconteceram por causa de um desentendimento entre Kalil e Paulo Lamac em relação as eleições para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). “Desalinhamos politicamente, não tem nada de briga, não tem problema nenhum”, afirmou o prefeito em entrevista ao Estado de Minas nessa terça-feira. Ele confirmou que o motivo foi a falta de apoio de Lamac  à candidatura do deputado estadual Iran Barbosa (MDB), que acabou não conseguindo se reeleger para a Assembleia.

A exoneração de Lamac aconteceu no domingo. A decisão foi postada pelo prefeito de BH em suas redes sociais minutos após a divulgação dos resultados da eleição.

Sobre as exonerações, Kalil informou que elas foram do gabinete da Secretaria de Governo, para que o novo secretário, que ainda não foi escolhido, pegue “um gabinete limpo”. Houve, porém, baixas também na Secretaria de Política Urbana, Assuntos Institucionais e Comunicação, regionais e no gabinete do vice-prefeito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade